Observação gratuita também foi uma oportunidade para conhecer mais sobre o clube e a astronomia - Divulgação/ IFF Macaé

Cerca de 250 pessoas, entre membros e a sociedade civil, puderam observar o eclipse lunar na Praia dos Cavaleiros

Na madrugada do último dia 21, membros do Clube de Astronomia Crux (CAC) do Instituto Federal Fluminense (IFF) de Macaé estiveram na Praia dos Cavaleiros para observar o eclipse lunar total. Segundo a instituição, durante o acontecimento foi possível obter um contato com a população realizando divulgação científica, captura de fotos e observação do evento astronômico e divulgação do clube.

O evento contou com mais de 250 pessoas, de todas as idades, que tiveram a oportunidade de observar e conhecer um pouco mais sobre a astronomia. Foram disponibilizados três telescópios do clube para a visualização do astro.

O eclipse durou cerca de cinco horas, com início às 00h32, máxima às 03h12 e final às 05h48, e pôde ser visto de todo o território nacional. Tal fenômeno só está previsto para ocorrer novamente, de forma visível no Brasil, em 2022. Antes disso, só acontecerão eclipses lunares parciais e penumbrais.

A poucos meses do aniversário de cinco anos do clube, ele já conta com 25 integrantes, diversos equipamentos (telescópio, câmera fotográfica, entre outros) e encontra-se em expansão. São realizados três tipos de atividades pelo CAC: – Observações com telescópios e acessórios auxiliares (óculos solares, por exemplo) abertas ao público; – Astrofotografia; – Lançamento de foguetes de garrafa PET.

Além dessas atividades, o clube realiza excursões (como para o Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica, que ocorre em Campos dos Goytacazes anualmente), mini curso de cosmologia para professores da rede pública de Macaé com certificação, palestras em escolas, exposições e demais possíveis atividades que surgirem.

Os membros são instigados a conhecer mais sobre a astronomia e a física e também assuntos relacionados, como a fotografia, química por trás do combustível para o foguete, técnicas de edição de imagens por meio de aplicativos e técnicas para discursar em público. O clube distribui panfletos informativos durante as observações e desde o ano passado vende bottons personalizados com fotos capturadas por seus membros. Já foram alcançadas milhares de pessoas por meio de observações, apresentações, redes sociais, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here