Médicos e parentes compareceram à inauguração

A manhã desta sexta-feira (18) foi marcada pela emoção, devido a conquista de mais um Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital São João Batista. O espaço conta com oito leitos devidamente equipados e recebeu o nome do médico e ex-prefeito Carlos Emir Mussi, in memorian, o mesmo que promoveu o primeiro CTI no hospital.

A cerimônia de inauguração contou com a presença de convidados e corpo clínico da instituição. Segundo Luiz Campos Porto (provedor da Irmandade São João Batista), com a grande demanda de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e também atendimentos não só de Macaé, o CTI já era uma necessidade antiga. “Antes, o hospital tinha 10 leitos de CTI. É pouco para o número de cirurgias que a instituição faz, que são de pacientes que necessitam de grandes cirurgias, já que os procedimentos são complexos e o pós-operatório necessita de terapia intensiva”, explicou Porto.

“Mesmo com dificuldades orçamentárias, compramos equipamentos, recrutamos profissionais qualificados para a função. Conseguimos montar uma nova equipe para os novos leitos, por fim, a unidade veio coroar esse “pulo” de qualidade no atendimento”, concluiu o provedor.

Para o médico oncologista e diretor administrativo do Hospital São João Batista, Sávio Mussi, a inauguração do Centro de Terapia Intensiva é uma conquista de toda sociedade.

“É mais um passo para a sustentabilidade, atendemos indiscriminadamente todos, uma grande conquista. O tempo e carinho do Dr. Carlos Emir com os pacientes, é muito pouco ainda essa homenagem, mas reflete o grande exemplo de pessoa e médico”, disse Sávio.

Entre os presentes estavam Tânia Jardim e Carlos Emir Mussi Junior, esposa e filho (também médico cardiologista) do médico Carlos Emir Mussi, homenageado no evento. Para o filho, visivelmente emocionado, entre tantas homenagens que o pai recebeu, essa foi uma das mais significativas. “Tive desde cedo o gosto pela medicina, o melhor é hoje estar com vocês, aprendendo sempre, fazendo desse espaço a extensão da minha casa, da minha família. Vou continuar, com orgulho, o trabalho que eu escolhi e o pedido do meu pai de sempre atender aquele que precisa”, registrou.

Tânia Jardim, também emocionada, agradeceu a homenagem e frisou a coragem e determinação de, em tempo de crise nacional, Macaé ter um espaço como o São João Batista.

“A vida do paciente em primeiro lugar, estou revivendo hoje o que acompanhei na vida de médico do meu marido. Parabéns a toda equipe! Que sejamos a boa nova sempre”, finalizou Jardim.

O Hospital São João Batista fica na Praça Veríssimo de Mello, 391, Centro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here