Além do Hemorio, o Estado conta com postos de coleta em diversos outros municípios e em vários bairros da capital. Os endereços podem ser acessados no site do Hemorio www.hemorio.rj.gov.br

O Hemorio, hemocentro coordenador da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, elaborou medidas compostas no Plano de Contingência para atuação durante o período de Pandemia e na prevenção ao avanço da Covid-19, alinhado com as políticas de controle da SES. Os principais objetivos são evitar o baixo estoque, que registrou queda de 50% na segunda-feira (16), e a proteção do doador.

Entre as principais estratégias estão coletas externas em quartéis e batalhões, restrições de caravanas ou grandes grupos no Salão de Doadores da unidade, além da identificação de visitantes sintomáticos que possam ter potencial de transmissão. É importante lembrar que não há risco de contrair o Coronavírus pelo ato de doar sangue, que é um procedimento absolutamente seguro. As coletas externas iniciam nesta quinta-feira (19).

Além disso, por se tratar de um período indispensável para coleta de bolsas de sangue, e com objetivo de garantir a segurança da população que necessita de transfusão, o Hemorio traçou novas opções para a captação de doadores em todo território fluminense. Entre as estratégias está o contato com as Forças Armadas, incluindo Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal, com objetivo de promover a doação de sangue nesses grupos que já estão prioritariamente a serviço da população e não interrompem suas atividades, mesmo durante o período de epidemia.

A extensão do serviço de Coleta Externa para cidades que não possuem hemocentros também está como meta prioritária do Hemorio. Cidades como Petrópolis, Belford Roxo, Valença e Nilópolis são só algumas das opções de destinos para garantir que os estoques permaneçam em níveis adequados.

Com a diminuição dos serviços, o fechamento das empresas e a redução no número de pessoas nas ruas, o Hemorio conta mais do que nunca com o apoio da população fluminense. Só nesta segunda (16), o Hemorio teve queda de 50% em seu número total de doadores. Em todo Estado a queda foi de aproximadamente 80% no total de bolsas coletadas.

Só nesta segunda (16), o Hemorio teve queda de 50% em seu número total de doadores

Em média, o Hemorio tem disponibilidade para receber até 500 doadores por dia, quantidade suficiente para atender toda a rede pública do RJ. Para uma situação regular, é necessário que o Hemorio disponha de pelo menos 300 bolsas de sangue diariamente. A importância da divulgação e conscientização sobre a doação de sangue, sobretudo dos veículos de imprensa, é fundamental para a manutenção de estoques adequados.

Além do Hemorio, o Estado conta com postos de coleta em diversos outros municípios e em vários bairros da capital. Os endereços podem ser acessados no site do Hemorio www.hemorio.rj.gov.br.

 

Serviço:

Quem pode doar durante o período de Pandemia:

* é preciso ter entre 16 e 69 anos
* o doador deve pesar no mínimo 50 kg
* é necessário estar bem de saúde
* portar um documento de identidade oficial com foto
* não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here