Aconteceu neste domingo (27), na Rodovia Amaral Peixoto, a ação social de conscientização sobre a Prevenção ao Suicídio - Divulgação

Em virtude do “Setembro Amarelo”, membros foram às ruas de Macaé enfatizar a Prevenção ao Suicídio

Aconteceu neste domingo (27), na Rodovia Amaral Peixoto, a ação social de conscientização sobre a Prevenção ao Suicídio, reforçando a campanha “Setembro Amarelo”, mês em que destaca-se a importância da preservação da vida. Promovida pelas Lojas Maçônicas Obreiros de Macaé 2075, Prometheus 4422, Capítulo Demolay 453 e Távola dos Escudeiros, os membros reforçaram aos pedestres e motoristas a necessidade do apoio aos que enfrentam diversos problemas pessoais.

Jaime Brito, membro da loja Obreiros de Macaé, comenta sobre a iniciativa. “O trabalho das Lojas Maçônicas de Macaé nessa campanha global do Setembro Amarelo é fundamental na prevenção contra o suicídio; e se torna ainda mais necessária, nesse período de pandemia da COVID-19, com as restrições de contato social”, pontua. E completa: “A maçonaria juntamente com os brilhantes jovens da Ordem Demolay deram uma grande contribuição a nossa sociedade, além de uma grande demonstração de que estão antenados aos problemas atuais, mostrando capacidade de mobilização a fim de mitigá-los”.

Além de propor uma reflexão sobre o tema por meio de cartazes, panfletos e imãs de geladeira com o número de telefone 188, do Centro de Valorização à Vida, os membros elucidaram educativamente a proposta desse mês que, desde 2014, por meio da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em apoio com o Conselho Federal de Medicina (CFM), vem salientando os indícios e tentando reduzir os números de suicídios através da campanha.

Foram distribuídos panfletos e imãs de geladeira com o número de telefone 188, do Centro de Valorização à Vida – Divulgação

Neste sentido, de acordo com Marcus Schueler, membro das Lojas Maçônicas Obreiros de Macaé 2075, o intuito foi ampliar tais reflexões. “Com relação à motivação, vem do papel da maçonaria buscar não só o crescimento dos que fazem parte dela, mas também do local onde estamos inseridos com participação ativa na sociedade”, ressaltou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here