Mas de 1 mil vagas criadas neste ano pelo mercado de trabalho de Macaé foram oferecidas nesta quarta-feira (11) a trabalhadores que participaram da “Feira de Oportunidades”, uma iniciativa da prefeitura em parceria com empresas e instituições de ensino que promovem a qualificação profissional no município.
Organizado dentro do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, o evento promoveu o cadastramento, seleção, entrevista e até a contratação de profissionais que preencheram os requisitos necessários para assumir vagas de níveis médio, técnico e superior, em setores como a construção civil, mercado offshore e comércio.

Além das vagas, a Feira de Oportunidades promoveu ainda palestras sobre as novas perspectivas econômicas para Macaé e região, além de informações sobre as mudanças no mercado de trabalho local e o surgimento de novas profissões, baseadas na evolução tecnológica.
A Feira representa a junção de serviços e programas realizados pelas secretarias municipais de Educação, Desenvolvimento Econômica, Trabalho e Renda, além de Relações Institucionais.

“O evento foi preparado com todo o carinho para possibilitar, não apenas a oportunidade de se garantir um emprego, mas também conhecimento e dicas para quem ainda busca uma chance no mercado de trabalho”, afirmou a secretária adjunta de Qualificação Profissional, Leandra Lopes.

A perspectiva de quem sobrevive em meio a crise, e busca alternativas independentes para assegurar o sustento pessoal e da família, também foi a base para a organização do evento.

“A prefeitura se preocupa em fazer a sua parte, mas o que muda a vida das pessoas é o emprego. Não se pode aceitar mais a situação do improviso. As pessoas precisam de carteira assinada, de ter condições de sustentar a sua família com dignidade e de serem felizes. O nosso papel é proporcionar que isso aconteça o quanto antes”, disse Léo Gomes, secretário de Relações Institucionais.

A visão otimista de uma nova fase de prosperidade para a cidade também marcou a abertura da Feira de Oportunidades.
“A construção civil é o termômetro para a retomada da economia da cidade. Já vivemos isso em Macaé atualmente”, apontou Gerson Martins, secretário de Desenvolvimento Econômico.

“Macaé vive hoje quatro eixos interessantes que sinalizam um nova perspectiva: a revitalização da Bacia de Campos, a instalação das termelétricas, a instalação do porto e a própria ativação da economia da cidade”, sinalizou o secretário de Educação, Guto Garcia.
Já o secretário adjunto de Trabalho e Renda, Igor Romão, apontou que a Feira das Oportunidades será uma ação constante da prefeitura.

O vereador Cristiano Gelinho também participou da abertura do evento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here