O Rio de Janeiro dá um passo importante para sanar uma dívida de mais de um século com sua população. O decreto do governador que autoriza o processo de licitação do serviço de saneamento básico no estado é notícia que deve ser celebrada por todos os fluminenses. Hoje, um terço dos moradores do estado não conta com coleta de esgoto, 10% não têm acesso a água. E 66% do esgoto produzido não é tratado.

Esse cenário inaceitável será corrigido agora com a licitação dos serviços de água e esgoto do estado. A Firjan atuou fortemente em defesa dessa concessão, que trará inúmeros benefícios. Ajudará a despoluir a Baia de Guanabara, a bacia do Rio Guandu e as lagoas da Barra da Tijuca. E evitará doenças que são consequência da falta de saneamento básico, o que representa uma economia de 144 bilhões de reais em gastos em saúde.

Será também o maior programa de investimento do Brasil e um dos maiores do mundo com apoio da iniciativa privada. Funcionará como uma alavanca potente e fundamental para a economia do Rio de Janeiro, como a Firjan sinalizou às autoridades do Executivo e do Legislativo no Programa de Retomada do Crescimento em Bases Competitivas do Estado do Rio de Janeiro.

Ao longo dos 35 anos da concessão, o efeito multiplicador na economia será de R$ 42,7 bilhões com a geração de 479 mil empregos diretos e indiretos no estado, com reflexo em setores como construção civil, metalurgia, comércio, serviços e logística.

Esse investimento representa um impacto direto na transformação da qualidade de vida de mais de 13 milhões de pessoas. Uma multidão que não pode mais esperar pelo seu direito de acesso a água e esgoto tratados.

Confira a edição do Diário Oficial com o Decreto nº 47.422

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here