Projetos de expansão nas áreas de Infraestrutura e de Desenvolvimento Urbano confirmam retomada de negócios do petróleo

Com três projetos orçados em mais de R$ 4 bilhões, Macaé é destaque no Mapa de Investimentos do Estado do Rio de Janeiro para 2019, elaborado pela Firjan com objetivo de indicar o início da fase de retomada das operações industriais em diversas áreas da região fluminense.

Divulgado nesta semana, o estudo aponta que o Norte Fluminense concentrará o maior percentual de investimentos (11,9%), dentro dos R$ 162,3 bilhões previstos para serem aplicados no Estado apenas neste ano, em projetos nas áreas de petróleo e gás, indústria da transformação, desenvolvimento urbano, infraestrutura e outros.

Com projetos de expansão nas áreas de Infraestrutura e de Desenvolvimento Urbano, Macaé concentra hoje boa parte dos R$ 19,4 bilhões de investimentos confirmados para a região Norte Fluminense, uma projeção otimista representada também pela retomada de negócios do petróleo, que movimentam novas operações para a indústria de óleo e gás.

Executado desde janeiro deste ano, o projeto de Santa Tereza, orçado em R$ 78 milhões, representa a consolidação do novo eixo para as operações onshore da indústria de óleo e gás. Com quase 10 quilômetros de extensão, a via interliga o Parque de Tubos até a RJ-168, um dos principais acessos da cidade à BR-101.

No Mapa, a Firjan destaca também a construção da Usina Termelétrica Marlim Azul, um investimento de US$ 700 milhões, que une três grandes companhias mundiais: a Shell, a Mitsubishi e a Pátria Investimentos.

A instalação da termelétrica consolida também o CLIMA, Complexo Industrial também destacado pelo estudo, e que será base para outros dois projetos de instalação de usinas de produção de energia, cuja matéria prima será o gás produzido em reservas do pré-sal e do pós-sal da Bacia de campos.“Os grandes investidores recuperam, aos poucos, a confiança de manter ou criar novos projetos no nosso Estado. A indústria do petróleo se mantém como o grande atrativo do Rio, desencadeando processos em diferentes setores que ajudam a movimentar a economia. Essa é a visão para os próximos anos, e sem dúvidas, Macaé será um grande polo desta nova fase de desenvolvimento”, avalia o presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM), Francisco Navega, membro da Comissão Municipal da Firjan.

Ele destaca também a concessão do Aeroporto de Macaé, com previsão de investimentos de R$ 386 milhões, como um dos fatores importantes para a nova fase de desenvolvimento do Estado.

3 COMENTÁRIOS

  1. Ótimas noticias!
    Isso nos trás uma esperanço para investimento em nossos negócios ainda esse ano. Esperamos que todas as empresas sejam sobremaneira beneficiadas com esses projetos. Nossa preocupação são as pequenas empresas que precisam de um lugar ao sol.
    Uma sugestão, seria divulgar algum documento que atestam estas informações ou videos onde os protagonistas dos investimento tenham visibilidade e assim fortalecem 100% essa matéria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here