Gato-mourisco foi atropelado na Rodovia Amaral Peixoto, em Macaé - Divulgação

Animal foi encaminhado para o Nupem para a realização de pesquisa

Uma fêmea do gato-mourisco, espécie rara de felino ameaçada de extinção, morreu atropelada no fim da tarde de quarta-feira (5), na RJ-106, a Rodovia Amaral Peixoto, em Macaé. O animal foi encontrado pelo motorista José Edmilson, que estava passando pelo local. “É uma fêmea. Eu a encontrei – bem na curva. A 20 metros de uma placa de radar”, disse.

Segundo Rodrigo Delmonte Gessulli, mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC/UFRJ), que vem avaliando os impactos das rodovias RJ-162 e RJ-168 à fauna silvestre, os felinos estão entre as vítimas de atropelamentos nas rodovias. Ainda segundo o pesquisador, esse é o segundo registro de atropelamento dessa espécie na rodovia.

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente do município, o animal foi retirado do local e será levado para o Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Ambiental (Nupem) de Macaé, vinculado à Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), que fará pesquisas com o animal.

O gato-mourisco se alimenta de pequenos mamíferos e aves que vivem no solo. Tem hábitos diurnos, ao contrário da maioria dos felinos, e vive solitário. Segundo levantamento feito pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia (CBEE), mais de 201 milhões de animais foram atropelados e mortos somente este ano nas estradas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here