Condomínio Brisa do Vale, na Estrada do Imburo. Foto Eu, Leitor o Repórter

O desespero toma conta dos moradores do Condomínio Brisa do Vale, na Estrada do Imburo. A situação da falta d’água no lugar continua a mesma. O fato vem ocorrendo há meses, sem uma justificativa plausível da Cedae.

 

Os responsáveis pela companhia informam aos moradores que a água vai começar a cair a meia-noite, e nada. No dia seguinte, eles informam que o abastecimento ocorrerá à tarde, mas não chega nem uma gota.

Um dos moradores, que pediu para não ser identificado, voltou a entrar em contato com nossa equipe, afirmando que não sabem mais o que fazer.

O que estava acontecendo por lá é que o abastecimento acontecia a cada quatro dias. Mas ultimamente, a água não chega às torneiras, deixando as 942 famílias que ali residem em estado desesperador. “Com esse calor sem água, as famílias com crianças pequenas vivem sem poder tomar banho, cozinhar, lavar louça. Isso é uma vergonha”, disse o morador.

Outro morador informou também que o problema acontece desde a inauguração do Brisa do Vale, há cerca de cinco anos, com o abastecimento precário.

Morador informou também que o problema acontece desde a inauguração do Brisa do Vale, há cerca de cinco anos, com o abastecimento precário. Fotos Eu, Leitor o Repórter

A situação se agrava neste cenário de pandemia da COVID-19, que inspira múltiplos cuidados, e a higienização é primordial no enfrentamento à disseminação do vírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here