Lucia Anglada e Caroline Mizurine, coordenadoras do MOPAM Macaé - Divulgação

MOPAM Macaé fortalece os direitos das Pessoas Com Deficiência (PCD) neste 21 de setembro

Neste 21 de setembro, data em que se celebra o Dia Nacional de Luta da Pessoa Com Deficiência (PCD), o Motivados Pelo Autismo Macaé (MOPAM) reforça a importância desse dia para o fortalecimento e garantia pelos direitos dessas pessoas, além de salientar a necessidade da empatia na sociedade civil.

Segundo Caroline Mizurine, uma das coordenadoras da entidade, a data tem grande valia. “É um dia que nos remete à reflexão e ao questionamento sobre o cenário das Pessoas Com Deficiência (PCD) em nossa cidade. Hoje sentimos falta de políticas públicas específicas para essa comunidade”, ressalta. E completa: “Quantos PCD tem em Macaé? Quantos estão em situação de vulnerabilidade social? Quantos estão inseridos no mercado de trabalho? Quantos desistiram da inclusão escolar? Esses são alguns dos questionamentos para conhecer as necessidades das famílias e proporcionar melhorias de qualidade de vida”, pontuou.

Instituída através de movimentos sociais preocupados com a causa, a data foi oficializada em 1982, por meio da Lei nº 11.133, em 14 de julho de 2005. No Brasil, há mais de 45 milhões de pessoas com deficiência, sendo um pouco mais de 15 milhões, representadas por crianças, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Neste sentido, embora no Brasil o número de pessoas com deficiência seja expressivo, a luta pela inclusão social ainda se faz necessária em todos os campos do mundo contemporâneo, sendo fundamentais a conscientização e a união da sociedade em prol da democracia e dos direitos.

Vale lembrar que fundado em 2017, o MOPAM Macaé é coordenado por mães de crianças e adolescentes autistas buscando a construção de uma comunidade mais inclusiva, progressista e visionária aos seus filhos na cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here