Com o projeto Delivery Solidário, percentual do valor arrecadado com as vendas efetuadas pelas empresas participantes serão revertidas para instituições e ações sociais que trabalhem com comunidades vulneráveis, ajudando no enfrentamento do isolamento social.

Quando a sociedade se une, transformações se tornam realidade. Foi com esse propósito que um grupo de empresas macaenses se uniu para colocar em prática o projeto Delivery Solidário, uma iniciativa que visa destinar parte do lucro da venda de produtos em prol de comunidades em situação de vulnerabilidade social.

Idealizado pela Marinho Ideias, o projeto começa com a participação de sete empresas: Forno, 2000 Elétrica e Hidráulica, Mania de Bicho, Mirabolando, Açaí Beach, Chef Bell e Super Japa. Mas outras empresas interessadas poderão se integrar à iniciativa, tornando o alcance ainda maior e o resultado ainda mais efetivo.

Com o projeto, todo mundo sai ganhando: o consumidor, com a compra de um produto por um preço especial; a empresa, que precisa manter o giro no seu negócio; e a sociedade, que se fortalece ao ajudar os mais vulneráveis.

 

A primeira edição do projeto será realizada no próximo sábado, dia 1º de agosto

 

 

Lançamento

A primeira edição do projeto será realizada no próximo sábado, dia 1º de agosto. Ao comprar o produto, o consumidor também ajuda a fomentar o projeto e crescer a contribuição à sociedade.

Os valores acumulados serão revertidos em cestas básicas e produtos de higiene para instituições de caridade da cidade, bem como para projetos e iniciativas sociais que trabalhem com pessoas em situação de risco social, principalmente aquelas afetadas pelo período da pandemia.

Periodicamente, serão realizadas novas edições do Dia D do Delivery Solidário, quando o consumidor vai poder se programar para fazer suas compras no dia da campanha. Mas as empresas participantes também definirão um ou mais produtos para participarem da campanha de maneira recorrente. Todos vão receber o selo do “Delivery Solidário” e serão divulgados nas redes sociais.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here