Categoria está com pagamentos de vencimentos de alguns meses de 2019, 1/3º salário e 1/3 de férias em atraso - Divulgação

Professores e Sinpro Macaé e Região debatem irregularidades da instituição nesta quinta-feira (26), às 18h, através de encontro virtual

Estarão suspensas por 24 horas nesta quinta-feira (26), as atividades realizadas pelo corpo docente da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Macaé (Fafima). A manifestação é em prol dos direitos dos professores que se encontram com pagamentos em atraso, como vencimentos de alguns meses de 2019, 1/3º salário e 1/3 de férias, conforme previstos da Consolidação das Leis Trabalhistas.

A paralisação foi decidida em conjunto através da plenária virtual realizada no último dia 13, organizada pelo Sindicato dos Professores de Macaé e Região (Sinpro), que desde o início da pandemia da COVID-19, em meados de março, vem lutando em defesa da vida e das condições trabalhistas da categoria não só do município, mas das redondezas. “A Faculdade não apresenta soluções para os problemas que retiram direitos e reduzem os postos de trabalho e cursos, como, por exemplo, o de matemática”, ressalta Guilhermina Rocha, presidente do sindicato.

Sendo assim, a fim de resolver a situação que vem gerando dor de cabeça e indignação, uma comissão representada por alguns professores se juntou ao Sinpro Macaé e Região e está realizando um evento para que sejam possíveis diálogos com a instituição.

Neste sentido, acontece também nesta quinta-feira (26), o encontro virtual objetivando a avaliação, o debate e a deliberação quanto às violações causadas pela Fafima aos docentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here