Fiscalização de ônibus realizada pelo Detro em linhas intermunicipais nos municípios de Casimiro de Abreu, Quissamã e Conceição de Macabu

Falta de selo de vistoria, defeito no sinal sonoro, iluminação deficiente e ausência do quadro tarifário, foram os principais problemas apresentados pelo órgão

O Departamento de Transporte Rodoviário (Detro) realizou, na tarde da última terça-feira (12), uma fiscalização nos terminais rodoviários de Quissamã, Conceição de Macabu e Casimiro de Abreu para verificar as condições dos ônibus intermunicipais da região.

Segundo o Detro, os fiscais aplicaram 17 multas e as principais irregularidades encontradas foram falta de selo de vistoria, defeito no sinal sonoro, iluminação deficiente, falta de documentos obrigatórios e ausência do quadro tarifário.

De acordo com o órgão, além de operações de inteligência, as denúncias feitas pela população também são utilizadas para direcionar as ações. O Estado do Rio registrou, de janeiro a dezembro do ano passado, 549 veículos apreendidos por falta de condições de tráfego e 1557 multas aplicadas. Ao todo, são 102 agentes de fiscalização responsáveis por cerca de 13 mil ônibus intermunicipais – média de um agente para cada 127 veículos -, entre linhas regulares e ônibus fretados. Segundo o coordenador de fiscalização do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio, Ricardo Pires, a participação da população é fundamental dentro do processo de fiscalização.

“A gente não consegue estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Nossa ouvidoria acolhe as denúncias pertinentes e repassa para o setor de fiscalização. A segurança do passageiro é o grande objetivo das operações realizadas pelo Detro”, afirma Pires.

Para participar, os passageiros devem informar a irregularidade, o número da linha do ônibus intermunicipal, data, hora, local e o número do RJ do veículo que cometeu a infração, por meio do telefone (21) 3883-4141, do e-mail ouvidoria@detro.rj.gov.br ou pelo WhatsApp do Detro no número (21) 98596-8545.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here