Defesa Civil alerta população sobre ressaca e ventos fortes

440
Defesa Civil alerta população e moradores de áreas vulneráveis, próximo à orla marítima, para que fiquem atentos

Agentes estão de plantão desde as primeiras horas da manhã de terça-feira (16), e o mau tempo segue até quinta-feira (18)

Às primeiras horas desta terça-feira (16), a secretaria de Defesa Civil de Macaé emitiu um alerta à população, relativo ao mar agitado e possível ressaca no litoral macaense. De acordo com as previsões, existe a possibilidade de ondas com até 3 metros, além de ventos fortes para terça e quarta-feira que podem chegar até a 50 quilômetros por hora. Um dos trabalhos da Defesa Civil é monitorar a previsão do tempo para prevenir a ocorrência de desastres provocados por fenômenos naturais.

A maior preocupação é o bairro da Fronteira, devido ao histórico de ocorrências e vulnerabilidades já registradas no mapa de risco. Vale lembrar que, em 2013, uma forte ressaca causou estragos nesse trecho, onde algumas famílias precisaram de assistência. Outra forte ressaca atingiu a costa em 2011, resultando na destruição de parte da orla dos Cavaleiros.

A chegada de ondas violentas à costa começa geralmente quando rajadas de vento fazem subir o nível do oceano. Impulsionada por correntes marítimas, a massa de água caminha com velocidade crescente até encontrar o litoral. Ao chegar à praia, o mar agitado inunda a faixa de areia e as ondas quebram bem próximas da orla, como aconteceu na semana passada, que destruiu dois pontos da orla da Praia dos Cavaleiros.

Já na Fronteira e Lagomar, a força da ressaca costuma alagar avenidas e danificar construções à beira-mar. Tudo isso ressalta a importância de se manter as áreas de restinga – vegetação que ajuda a conter os impactos do sal -, evitando que o mar avance sobre a costa.

A Defesa Civil de Macaé sempre orienta a população que mora na faixa litorânea para que evite ficar próximo à área de arrebentação. Com o mar agitado há risco para pequenas e médias embarcações. Atividades de pesca e navegação são desaconselháveis nesses períodos.

As equipes da Defesa Civil estarão de plantão durante todo o período. Em qualquer situação de emergência, os moradores devem ligar para o número “199”, cujo plantão é de 24 horas.

Ainda de acordo com o órgão, a equipe está sempre de prontidão para atender as ocorrências. Mas a prevenção é fundamental para evitar tragédias. Alguns sinais podem indicar que o imóvel corre risco de desabamento. Em casos de rachaduras nos pisos ou paredes, estalos ou postes e árvores inclinados, recomenda-se que a pessoa saia de casa imediatamente e acione o órgão.

Os alertas preventivos emitidos são baseados em informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Sistema de Meteorologia do Estado do Rio de Janeiro (SIMERJ), Laboratório de Modelagem de Processos Marinhos e Atmosféricos (LAMMA) da UFRJ e Secretaria Nacional de Defesa Civil (SEDEC).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here