Curtindo o verão em férias

275
Paulo Hercules, Ana Mattos e Mariana Paschoal, curtindo o verão em férias

QUEM É MACAENSE SABE: No final de dezembro e início de janeiro toda a orla da Praia Campista até o Pecado o mar fica estilo Caribe: Águas claras, calmas e morna. Mas isso dura poucos dias. Logo o mar fica mexido devido aos ventos e perde um pouco do encanto cristalino. Porém, é de um dia para o outro a temperatura abaixar ou subir.

UMA ÓTIMA ideia seria a Prefeitura instalar câmeras ao vivo pelas praias para o pessoal observar o mar sempre que quiser. Isso existe em praias do Nordeste e no Exterior. Também seria legal um aplicativo de celular “livecams” para observarmos o trânsito em pontos principais pelo celular mesmo.

O NOVO PRESIDENTE JÁ tomou posse está trabalhando e iniciou tem poucos dias. Até quando as pessoas vão ficar criticando e/ou comparando a um outro governo e partido que já eram? Se o outro foi bom ou ruim, por favor, tirem de lá o lado bom e reaproveitem. Já está um saco o próprio brasileiro criticando, de forma a que tudo dê errado. Preste atenção: O Presidente do Brasil pisa em mesmo solo que você.

RIDÍCULO. Nas festas de final de ano, meninas lindíssimas, mega arrumadas, roupas mistas de caro com barato (isso se chama criatividade) mas no olho! Enormes cílios que pareciam lagartas de goiabeira! Mal piscavam os olhos! Um terror na visão!

PREÇO DA CARNE VAI SUBIR ESSE ANO! Os preços da carne bovina devem ser mais altos, sustentados pela exportação aquecida e maior competitividade do produto em relação a outras proteínas. A perspectiva de recuperação do consumo doméstico, que vem enfraquecido desde 2016, também sinaliza para um ambiente mais promissor a toda a cadeia produtiva, depois de um 2018 marcado por problemas logísticos e oscilações cambiais.

IMPORTANTE QUANDO A EMPRESA EXIGE UNIFORME. Há regra na CLT estabelecendo que, se o empregado se veste com o uniforme ou a roupa destinada para o trabalho na própria empresa, esse período não é contabilizado em sua jornada. Contudo, se existe exigência de que isso seja feito no local de trabalho, então o tempo de troca será considerado como se fosse trabalhado. Por fim, se a empresa exige o uso de determinado uniforme por seus funcionários, ela é quem deve arcar com o custo de seu fornecimento. Ainda, a vestimenta não pode causar constrangimento ao trabalhador ou ser considerada vexatória. Se, porém, a exigência diz respeito somente a um padrão de roupa, como usar camisa e calça, por exemplo, e não a um uniforme específico, esse custo será do empregado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here