Nos seis primeiros meses do ano foram cumpridas 23 denúncias contra ilegais em Macaé

Iniciativa busca proteger a sociedade nas negociações imobiliárias

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-RJ) divulgou um balanço das operações realizadas pela fiscalização no município de Macaé no primeiro semestre de 2019. Nesse período foram registradas 89 autuações pelo exercício ilegal da profissão em 189 visitas a estandes e imobiliárias. Nos seis primeiros meses do ano foram cumpridas 23 denúncias contra ilegais no município.

Não são raros os casos de golpes aplicados por ilegais nas transações imobiliários. Através de uma atuação intensiva em todo o estado do Rio, o Creci-RJ busca combater o exercício ilegal e desta forma promover a segurança da sociedade nas negociações imobiliárias, como explica o presidente do Creci-RJ, Manoel da Silveira Maia:

“Entendo que esse é o trabalho mais importante realizado pelo Creci-RJ, que é o de combater o exercício ilegal e também o de esclarecer à sociedade de sempre procurar um corretor de imóveis, devidamente registrado no Conselho para evitar golpes na aquisição imobiliária”.

A ação de esclarecimentos à população é realizada em campanhas de conscientização promovidas pela fiscalização do Conselho em todo o estado sobre os perigos de se negociar uma unidade imobiliária sem a presença de um corretor de imóveis. O Creci-RJ disponibiliza através de seu portal, link para que a sociedade possa verificar se uma pessoa é ou não corretora de imóveis. Basta acessar o portal www.creci-rj.gov.br, na seção Busca de Corretores.

O corretor de imóveis possui conhecimento para intermediar uma negociação imobiliária. E aqui cabe destacar que não se trata de um processo simples. Requer muita atenção e muito preparo para que a segurança da negociação seja garantida. É importante salientar que os corretores de imóveis devem buscar o aprimoramento de forma constante para se manter atualizado e atender com eficiência as demandas da sociedade.

O Creci-RJ acredita que a sociedade é parceira da instituição na hora de identificar um ilegal. Nesse sentido, o Conselho disponibiliza Canais de Denúncia para que em situações de ilegalidade, ou seja, de verificar que não se trata de um corretor de imóveis que está intermediando a negociação, o Creci-RJ possa ser comunicado para tomar as devidas providências.

A denúncia pode ser feita através dos contatos: Portal: www.creci-rj.gov.br, link Apresentação de Denúncias; E-mail: fiscalizacao@creci-rj.gov.br ou telefone: (21) 3514-1835/ (21) 3514-1836, Whatsapp: (21) 99103-2133.

1 COMENTÁRIO

  1. Devem estar brincando. Macaé é uma bagunça. Tem gente vendendo lote no cemitério. Brincadeiras à parte mas Macaé perdeu o controle nas normas construtivas a muito tempo. É bagunça por todo lado que se imagina. Não tem padrões para casa, calcada ou o que a quer seja. Vá percorrendo a linha de trem na parte central em direção a Cancela e se verá a bagunça. A cidade não comporta a quantidade de pessoas sem condições de fazer um construção decente. São puxadinhos para todos os lados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here