O enquadramento irá definir os tipos de uso permitidos para rios, lagoas e cursos d'água

Enquadramento vai definir os tipos de uso permitidos para rios, lagoas e cursos d’água

O Comitê de Bacia Hidrográfica dos rios Macaé e das Ostras definiu, na última sexta-feira (2), o modelo de oficinas que serão realizadas para a consulta pública sobre o enquadramento dos recursos hídricos da região. O enquadramento irá definir os tipos de uso permitidos para rios, lagoas e cursos d’água.

Serão avaliados os seguintes saberes: o saber social, através da sociedade civil, o saber técnico, através da instituições de ensino regionais, o saber político, através das instituições governamentais, e o saber corporativo, através dos usuários (indústrias, concessionárias e agricultores).

A definição foi feita na reunião ordinária realizada na Casa dos Saberes, em São Pedro da Serra, distrito de Nova Friburgo. “O enquadramento de cada área em classes de uso é essencial para a promoção de políticas públicas voltadas para a conservação dos recursos hídricos da região. Essa é a prioridade do Comitê neste momento”, explica a professora Virgínia Sá Rego, membro da diretoria colegiada do Comitê de Bacia e da coordenação da Câmara Técnica de Educação Ambiental, Comunicação e Mobilização.

Além do enquadramento, também esteve na pauta da reunião ordinária desta sexta o Plano de Trabalho para o exercício 2020, entre outros assuntos gerais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here