Transcorridas as festas de confraternização, quando no final do ano familiares e amigos se reúnem para brindar o novo ano, desta vez tudo parece ter sido diferente. No primeiro dia do ano a maioria da população estava com os olhos voltados para as transmissões televisivas e, também, por outros canais da internet, para assistir a solenidade de posse do novo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. Depois de passados alguns dias e o governo empossando ministros, tomando algumas medidas anunciadas durante a campanha e preparando-se para o desafio maior que é o embate com o Congresso Nacional a partir do dia 1º de fevereiro, dia da posse dos parlamentares, todos ficaremos sabendo qual será a diretriz a ser seguida.

Mesmo para quem é mais idoso e está habituado a assistir este tipo de cerimônia – não muitas – acabou ficando emocionado ao ver tremular em todos os lugares a bandeira brasileira, algo que não acontecia há muito tempo. O desfile em carro aberto com os Dragões da Independência e o forte aparato de segurança, até a chegada ao Congresso Nacional para a posse e, depois, no Palácio do Planalto onde recebeu a faixa presidencial, foi seu discurso no parlatório, ao lado do vice-presidente General Mourão Filho, antecedido pela primeira dama, o momento histórico da cerimônia. Não há muito o que comentar porque as imagens vão ficar gravadas na memória de cada um.

Depois, no dia seguinte, as ações governamentais empossando ministros e anunciando diretrizes, começou a governar este país com 210 milhões de habitantes, divididos nos três últimos governos. Começamos um novo ano, com expectativas, e foram muitas as manifestações da população. Todos, ou quase todos, torcendo para que dê certo e o país volte a caminhar em direção ao progresso com austeridade, combatendo a corrupção. Começar um novo ano, com esperança e tranquilidade, era tudo que a maioria do povo desejava.

Números invejáveis

O município de Macaé, segundo dados do IBGE, conta com cerca de 251 mil habitantes e, para o exercício de 2019, teve orçamento aprovado pela Câmara Municipal, estimando receita e despesa em R$ 2,3 bilhões, embora tenha arrecadado em 2018 mais de R$ 2,5 bilhões, sinal de que, com os reajustes de impostos e taxas, poderá se aproximar este ano em quase R$ 3 bilhões, dinheiro que não acaba mais. Como a estimativa de investir na educação e na saúde, mais de R$ 500 milhões para cada pasta, sinal de que teremos em 2019, melhores serviços presados à população.

Mas, apenas para uma comparação e exercitar a memória das pessoas que conhecem e acompanham o desenvolvimento de outros municípios, Cabo Frio com 216 mil habitantes teve orçamento aprovado de R$ 885 milhões e, se comparadas as duas cidades, Macaé fica devendo, isto porque o turismo por lá é uma das principais fontes de arrecadação. Como os recursos dos royalties saltam os olhos das pessoas quando se trata de dinheiro, o município de Niterói, que criou um fundo soberano e com população estimada em 511 mil habitantes, teve o prefeito preso por corrupção, a Lei de Orçamento Anual aprovada pelos vereadores da antiga capital do Estado, foi estimada em R$ 3,2 bilhões. Já São Gonçalo, com mais de um milhão de habitantes, teve a receita e despesa estimada para 2019 em R$ 1,26 bilhão.

As diferenças vão saltando aos olhos, principalmente quando se compara a cidade de Nova Friburgo, de população equivalente à de Macaé, estima arrecadar apenas R$ 568 milhões. E olha que por lá existe uma excelente urbanização, conta com eficiente sistema de esgotamento sanitário e abastecimento de água. E em Macaé, esses serviços são deficientes e estão longe de atender a população. Cabe à Câmara Municipal, agora, fiscalizar como será gasto tanto dinheiro…

 

PONTADAS

Aproveitando o final de ano, os ex-governadores Rosinha e Garotinho, decidiram fazer um live e postaram suas expectativas analisando o plano federal, estadual e municipal. Como ele não tem papas na língua, ao se referir a Macaé, não perdeu tempo e disse no vídeo, que viraliza na internet: “Dr. Aluízio é um prefeito que era totalmente ligado ao PMDB e Picciani. Ele está na mira, também, da Lava Jato. Era braço direito de Picciani. O mais próximo de Picciani era Dr. Aluízio, prefeito de Macaé”. Agora, o que vai acontecer?

_______

O Plano de Metas do governador Wilson Witzel, inclui o município de Macaé nas 203 ações para serem cumpridas pela sua equipe em seis meses. Para a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, estabeleceu o prazo de 180 dias para implantar o Tepor (Terminal Marítimo de Macaé), para movimentação de líquidos, petróleo, base de apoio offshore e área logística e industrial onshore. Macaé bem na fita.

________

São muitos os postes do sistema de iluminação que vai da Praia Campista até ao Cavaleiros, que estão danificados. Alguns foram tombados por acidentes de veículos e não foram repostos, outros estão sem luminárias e muitos sem lâmpadas para iluminar toda a extensão da via. Como foi obra do ex-prefeito Riverton Mussi, talvez seja este o motivo de deixar como está, apesar de a população ser garfada em R$ 6,80 todo mês como contribuição de iluminação pública. Fala sério…

_______

Até domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here