Denúncia será encaminhada à Justiça Eleitoral com pedido de investigação - Divulgação

Estratégia burla Legislação Eleitoral por conter “Fake News” e impulsionamento

Candidatos à prefeitura de Macaé, que há meses investem pesado na divulgação através das redes sociais, passam a armar “milícia virtual” para atacar adversários. A atitude burla a Legislação Eleitoral por propagar “Fake News” e apontar a existência de caixa dois para financiamento irregular de impulsionamento digital.

A estratégia da milícia virtual é inserir nas postagens dos adversários, comentários que denigrem a imagem e a honra dos candidatos, além de propagar material de campanha de forma irregular, indicando assim crime virtual.

Os principais alvos desse ataque orquestrado por milícia virtual são candidatos da coligação “Macaé Forte Outra Vez”, liderada pelo DEM e PL. Todo o material já foi recolhido e será encaminhado ainda hoje à Justiça Eleitoral.
Uma série de perfis falsos criados no Facebook, que carregam material de campanha dos candidatos que financiam essa estratégia criminosa, já foram catalogados. Agora, a Justiça Eleitoral vai identificar quem está por trás dessa milícia virtual.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here