Foto Divulgação/ Bruno Campos

Tetracampeão mundial de beach tennis, o italiano Alessandro Calbucci, ministrou aulas da modalidade no último final de semana durante a programação do SESC Verão na Praia dos Campista. Os praticantes da cidade e região tiveram a oportunidade de aprimorar as técnicas com dicas e ensinamentos de uma das referências do beach tennis. Alessandro Calbucci é o melhor jogador do mundo, terminou em primeiro lugar no ranking em 2019, venceu o Aruba Beach Tennis Open. O esporte foi criado nas praias da cidade de Ravenna, litoral italiano, onde Calbucci nasceu. Hoje é uma das atividades recreativas que vem conquistando cada vez mais adeptos em Macaé. O nível de comprometimento e demonstração do desejo de aprimoramento dos participantes fizeram com que Calbucci convidasse Macaé para participar do Open de Beach Tennis, em Copacabana, que acontecerá em abril. O Copacabana Open de Beach Tennis reúne os principais jogadores do ranking mundial.

O sucesso do beach tennis no Brasil e no mundo deve-se pela facilidade com que uma pessoa aprende a jogar e pela diversão que proporciona, mesmo para quem nunca praticou antes. Além disso, é uma excelente opção para quem quer melhorar o condicionamento físico e cuidar da saúde.

“É um esporte inclusivo e democrático. Quando todos pisam na areia, todos são iguais e há uma verdadeira integração. O beach tennis é mais estruturado que a altinha. Quem pratica futebol e vai fazer beach tennis, tem mais facilidade de movimentação, já os que fazem tênis de quadra têm dificuldades de movimentação na areia, se deslocam na horizontal enquanto o beach tennis é deslocamento na vertical. Aqueles que fazem vôlei demoram um pouco a se adaptar com a raquete. Os que vêm do frescobol têm mais reflexo, porém menos técnica, enfim, cada um pode se adaptar e aprender a jogar o beach tennis. Eu pratiquei futebol também, depois fui para o beach tennis. Fui convidado para um evento no Rio de Janeiro quando atletas italianos estavam iniciando a modalidade e permaneci no Brasil. Avançamos muito. Vivemos uma geração de divisões de sub-12, sub-14 até os profissionais como a maioria dos esportes. Não conhecia a Região dos Lagos e estou encantado com a beleza de Macaé e a quantidade de pessoas jogando beach tennis e buscando capacitação”, disse Alessandro Calbucci.

Um dos participantes da clínica dada por Calbucci, Carlos Afonso de André, também um dos sócios fundadores da Associação de Beach Tennis da praia dos Cavaleiros, disse que o esporte há cinco anos era novidade na cidade e hoje são necessárias várias redes no final de semana para a demanda de interessados em praticar. “A vinda do Calbucci motivou ainda mais os adeptos do esporte com técnicas para aprimorar no cotidiano de seus jogos”. As redes da associação funcionam aos finais de semana em frente ao Clube Cidade do Sol.

Douglas Edwards, professor de educação física do Pecado Beach Tennis, contratado pelo SESC para ministrar vivências com a população durante a programação, acompanhou as aulas dadas por Alessandro Calbucci. Elas duraram em média 40 minutos para grupos de seis em seis atletas.

“A arena ficou lotada. Tivemos a grata participação do atleta número um do mundo, que percebeu o potencial dos participantes das clínicas, deu dicas para aprimoramento e deixou uma sementinha para que os novatos e os adeptos se incluam nas areias com o esporte que mais cresce mundialmente”, destacou Douglas.

Para a secretária de esportes, Andrea Freitas, a parceria entre a Prefeitura de Macaé e o Sesc Verão proporcionou programação gratuita para todas as idades, com as pessoas experimentando novas modalidades esportivas e se divertindo ao mesmo tempo. Novas oportunidades nos finais de semana que têm agradado moradores e turistas.

História do Beach Tennis

O beach tennis foi criado em meados de 1987 na província de Ravenna, na Itália. A modalidade chegou ao Brasil em 2008, no Estado do Rio de Janeiro. Desde então, o beach tennis vem crescendo rapidamente para outras cidades litorâneas brasileiras. Tem uma mistura do tênis tradicional, vôlei de praia e badminton. Atualmente a Confederação Brasileira de Tênis é a entidade que regula o esporte no país. Apesar do esporte ser relativamente novo no Brasil, o país já conseguiu resultados significativos como o terceiro lugar no Campeonato Mundial em Ravenna (2008), o primeiro lugar na Copa das Nações em Aruba (2010), campeão no mundial por equipes (2013), campeão mundial na Sérvia (2016), campeão Sul-Americano (2014) e campeão Pan-Americano (2014, 2015, 2016 e 2017). Em 2017 foi realizado o maior evento de beach tennis no mundo, em Niterói, que contou com a participação de 700 atletas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here