A  noite do primeiro dia do ano, parece não ter sido bem aproveitada pelos políticos que, em qualquer nível, seja federal, estadual ou municipal, gozam as delícias do transcurso da virada do ano, com mesas e festas fartas, burlando as recomendações das autoridades sanitárias. Mas é no “escurinho da noite” que habitualmente ocorrem algumas traições que, em política, é difícil de acreditar que “a palavra vale mais do que está escrito”. E parece ter sido assim que aconteceu na eleição dos novos membros da Câmara Municipal de Macaé, e olha que isso não é novidade na história política local. Como Dr. Eduardo Cardoso decidiu pela eleição do filho Thales Coutinho, para sucedê-lo como vereador, imaginou que também conseguiria elegê-lo presidente do Poder Legislativo, numa bonita tarde ensolarada de sexta-feira (01), quando os vereadores tomaram posse junto com o novo prefeito e o vice. Encerrada a solenidade, os vereadores se dirigiram para o plenário a fim de, sob a presidência do vereador mais idoso, como estabelece a Lei Orgânica, elegerem os novos membros da Mesa Diretora que, até às 16 horas, tempo marcado para a sessão solene, o nome do vereador Thales Coutinho era pule de 10, aliás, já cantavam até o escore da votação: 13 x 4. Tudo corria bem e como a situação estava definida, não é que deu “chabu?” E a surpresa veio a galope, levando os vereadores da nova Câmara Municipal a pregar uma surpresa no grupo habituado a “comandar” com rédeas curtas alguma escolha, quem acabou levando a melhor foi o vereador Cesinha, vencendo a disputa por 9 votos dos 17 presentes, quando todo mundo cantava a vitória de Thales por 13 x 4. Alguém no meio do caminho “furou” o acordo e agora, como bom político, o prefeito vai ter de apagar fogo.

Registros para a posteridade

Agora com uma conta no Twíter, ferramenta muito utilizada principalmente pelos políticos – se você aí quiser acompanhar o ritmo abra sua conta – o prefeito eleito Welberth Rezende, cravou às 14:43 do dia 30/12, a seguinte mensagem: “Em 2021 teremos dois grandes desafios e o enfrentamento de frente: o primeiro é garantir a vacinação contra a Covid-19. Outra pauta será a geração de emprego para a população, pois esse é o maior e melhor projeto social que existe: dar dignidade ao nosso povo” (226 curtidas). No dia 31/12, às 5:55, foi a vez de Dr. Aluizio que deixou o cargo, registrar: “Ano de difícil compreensão, mas de uma só verdade: nada é mais importante que a vida. Graças a Ti Senhor, por todos que aqui estão. Tenha misericórdia de todos nós, cuide dos que não estão conosco e daí-nos a coragem necessária para um feliz 2021”. E, de novo, desta vez às 18:41, com 636 curtidas, ele mandou um recado: “Daqui pra frente é contigo… sem trablaho, sem luta, nada será construído. Que Deus ilumine seus dias e decisões. Seja bem vindo, prefeito. Oro por tí e por todos nós. Que seja luz”. Mensagens postadas, mensagens trocadas, bloqueio de alguma conta antagonista… muitos recados a favor e contra. Mas faz parte do jogo. Administrar contas nas redes sociais é de deixar todo mundo louco, ou, fazer igual ao presidente Bolsonaro. Toda semana ele tira um dia para transmitir uma live, respondendo aos registros ou críticas azedas de seus antagonistas. E é cada bomba… uma delas postada no WhatsApp, antes de ir para Guarujá, tinha cada bomba de efeito retardado que não será possível ouvir onde tiver mais de duas pessoas. É ripa ripada com toda força.

 

PONTADAS

Este ano não vai ser igual aquele que passou… Não foram poucas as “bombas” contratuais deixadas por Dr. Aluizio para seu sucessor que agora vai enfrentar as feras. Primeiro, o contrato da SIT, que está ilegal, foi prorrogado sem licitação, já acabou, os usuários não tem ônibus nos pontos de 20 em 20 minutos como dita a regra do transporte público. Nova licitação? Ou os ônibus vão circular com maior regularidade? E o subsídio da passagem? Vai continuar?

Outra bomba que também vai explodir e, talvez, salve-se quem puder, é a PPP da BRK Ambiental com a prefeitura. Pelas novas regras até 2022 deverá ser feita nova licitação para que todo o município esteja servido de esgotamento sanitário e abastecimento de água, até 2033. Agora, desfazer o nó que existe é um trabalho que o novo Procurador Geral do Município, Dr. Fabiano Paschoal, vai ter de debruçar em cima para encontrar uma solução nada fácil.

E quem falou que a população, de modo geral, respeitou as regras para evitar a propagação do coronavírus, durante os festejos de final de ano? Apesar do rigor, multidões desobedeceram as recomendações e o que mais se viu foi aglomeração com bastante gente sem máscaras. Agora, vamos aguardar os números contabilizados pelos veículos de comunicação para saber se o sobe e desce de casos, pode desacelerar, mesmo com uma nova cepa de vírus por aí.

Até domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here