Moradores e comerciantes da localidade relatam assaltos ao lado da cabine da Polícia Militar

Audácia dos criminosos chama atenção dos comerciantes, que ficam surpresos sem nenhum tipo de ação da polícia

Uma onda de assaltos na Avenida Nossa Senhora da Glória, no bairro Cavaleiros tem preocupado comerciantes e assustado moradores de Macaé. O que chama a atenção é a audácia dos criminosos, já que nesta avenida existe uma cabine da Polícia Militar que, mesmo assim, os bandidos agem sem se preocupar com as imagens registradas pelas câmeras de segurança dos comércios, intimidando moradores do bairro e aproveitam os deslizes para assaltar residências.

Um dos últimos crimes na região aconteceu na última sexta-feira (30), na Avenida Nossa Senhora da Glória, bem ao lado da cabine da Polícia Militar, onde uma câmera de segurança flagra um bandido sem camisa, arrombando um veículo durante o dia. A ousadia ainda vai além, quando o criminoso termina de arrombar o veículo, ele entra no carro e furta todos os objetos que estavam no interior. A ação foi rápida, durou menos de um minuto.

O vídeo foi divulgado nas redes sociais e a população questiona a falta de policiamento na localidade. Após a postagem do vídeo, internautas comentaram a onda de assaltos na região e um deles relatou: “Eu já fui assaltado com arma na cabeça com meu filho dormindo na cadeirinha dentro do veículo, exatamente no mesmo local, às 14 horas, literalmente em frente à cabine da Polícia Militar. Levaram meu carro e por obra divina eu tirei meu filho, mesmo com o bandido dizendo que me mataria”, disse o empresário.

Ainda na semana passada, um assalto foi registrado no mesmo endereço, em frente a uma farmácia do bairro. Uma cliente saía da drogaria e esperava o marido na calçada, porém, devido à demora, dois criminosos que estavam em uma motocicleta abordaram a vítima e roubaram o celular e uma bolsa com documentos e uma quantia de R$ 450.

A vendedora da farmácia ficou assustada com a ação criminosa e relatou os fatos. “Foi tudo muito rápido. A cliente entrou no estabelecimento e comprou um produto e ficou em frente à farmácia aguardando o carro do marido. A ação foi muito rápida e nos surpreendeu”, disse a funcionária que trabalha no bairro e afirma que diariamente crimes são registrados na localidade e bem próximo à cabine da Polícia Militar.

Moradores e comerciantes acreditam que os criminosos aproveitam momentos de distração e fragilidade dos moradores para fazê-los vítimas. “Ficamos assustados quando chegamos ou saímos de casa e percebemos movimentação estranha de motocicletas. É bom também não deixar objetos de valor, não sair e deixar a casa aberta”, declarou uma moradora que preferiu não ser identificada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here