Bombeiros alertam para o perigo do uso de linha de pipa com cerol

273
A diversão, contudo, traz consigo o perigo do uso do cerol que faz diversas vítimas e pode até matar

No início da semana, uma criança ficou ferida no pescoço quando andava de bicicleta na Rua Principal da comunidade Malvinas

Período de férias escolares é sinônimo de brincadeiras infantis e uma delas é a atividade de soltar pipas. A diversão, contudo, traz consigo o perigo do uso do cerol, resultado da mistura de cola e vidro moído, que faz diversas vítimas todos os anos e pode até matar.
Depois do episódio que poderia ter terminado em tragédia, envolvendo uma criança de 7 anos, que foi atingido por uma linha de cerol no pescoço, na segunda-feira (1°), o comandante do Corpo de Bombeiros de Macaé fez um alerta para a população sobre os riscos que envolvem o manuseio e a utilização deste tipo de material.

O comandante do 9° GBM, tenente-coronel Luiz Fernando Shinkado, disse que a linha com cerol é semelhante a uma navalha afiada, pois seu poder de corte enquanto está suspensa no ar e atinge o corpo de alguém é equivalente ao da arma branca.

“As pessoas acham que uma simples linha com cerol não seja capaz de causar dano algum. Isso é um engano. A potência desse material quando entra em contato com qualquer parte do corpo de uma pessoa, principalmente se ela pilota uma moto, é enorme. A velocidade do corpo que se movimenta e é atingido, contribui diretamente no resultado. É justamente por isso que orientamos pais e responsáveis de crianças e adolescentes a conversar sobre os riscos que o uso do cerol provoca. Já tive ocorrências de pessoas que morreram em decorrência disso”, garantiu Shinkado.

E o recado não serve apenas para crianças e jovens. Muitos adultos apresentam atitude irresponsável na hora de soltar pipas e fazer uso de cerol nas linhas. “Tem adultos que insistem em recorrer a esse método para se divertir. Eu não consigo enxergar diversão em um objeto que pode tirar a vida de uma pessoa. É totalmente possível garantir a brincadeira sem pôr ninguém em risco. Os adultos devem servir de exemplo para os menores”, enfatizou o comandante.

Além do fator perigo, outro argumento convincente para evitar o material é que o seu uso é proibido. Segundo a Lei 7189/86, expor a vida ou a saúde dos outros ao perigo iminente é crime previsto pelo artigo 132 do Código Penal Brasileiro. Dessa forma, soltar pipa com cerol se torna uma infração à legislação. Quem, mesmo que involuntariamente, fere alguém com linha que contenha cerol, pode ser autuado no artigo 129 – ofender a integridade corporal de outrem – e pegar uma pena que varia de três meses a um ano de prisão. Caso o infrator seja menor de idade, os pais ou responsáveis legais respondem em seu lugar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here