Finalização da Edição do Curso de Redução de Danos, realizado no auditório do CEALO. Divulgação

Foi encerrada na tarde desta quarta-feira (4), no prédio do Centro Administrativo Luiz Osório, na Avenida Presidente Sodré 466, a oitava edição do curso de Redução de Danos. A ação foi promovida pela Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (CGPOD), da Prefeitura de Macaé.

Na ocasião, a aula final contou com a arte e o talento do ator e diretor Márcio Gonçalves que, num monólogo, interpretou dois contos do escritor britânico Oscar Wilde. Já a contadora de histórias Graziella Mélis declamou poema do poeta brasileiro Mario Quintana, levando graça, alegria e sabedoria ao público, por intermédio de mensagens educacionais e culturais.

Foram 34 aulas que tiveram início em abril de 2019, para 30 alunos. Estes são profissionais de saúde e de educação, além de estudantes universitários e alguns ouvintes. Cada um deles receberá certificado, pois o CGPOD tem parceria com o Centro de Educação Tecnológica e Profissional (Cetep). Serão formandos em Redução de Danos.

Segundo a psicóloga Helen Mareli, do CGPOD, uma das organizadoras da oitava edição de Redução de Danos, os 30 formandos também terão condições de utilizar os conhecimentos obtidos no curso em seus trabalhos diários.

“A Redução de Danos dá possibilidade de se pensar em alternativas para que haja maior qualidade de vida. Parte do pressuposto de que é necessário garantir o direito de todos à saúde”, explica.

Disse que o objetivo desta última aula foi levar arte como alternativa na prática da Redução de Danos. Já a assistente social da CGPOD, Samantha Fragoso, ressaltou que: “Os alunos passam o ano todo estudando. Por meio da cultura ocorre maior sensibilização e uma eficaz mobilização”.

Percepção do que antes era invisível

Para a fisioterapeuta e professora Ana Paula Cortat o curso de Redução de Danos abriu seu olhar a coisas transparentes na sociedade. “Passei a compreender melhor o morador em situação de rua que era invisível para mim. Comecei a olhá-lo de outro jeito. Aprendi o valor da escuta, que me beneficia como profissional, mãe, esposa e ser humano. Adquiri melhores condições de me colocar no lugar do outro”, testemunha ela.

Já o psicólogo e professor universitário Diego Flores disse que o curso o inseriu no entendimento do que é Redução de Danos. “As aulas dão afirmação às políticas públicas como espaço de resistência. Aumentaram minha noção sobre a importância da saúde coletiva e o papel crucial dos servidores públicos na árdua missão de garantir os direitos da população à saúde”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here