Ação segue no decorrer do ano letivo com uma agenda nas escolas que têm o maior número de beneficiários

Em Macaé, o programa conta com 11.171 famílias beneficiadas

Recentemente, a equipe do programa Bolsa Família que atua na Secretaria de Educação, recebeu ofício de reconhecimento da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação, do Ministério da Educação, pelo trabalho de coleta de dados de acompanhamento da frequência escolar, o que contribuiu para o desempenho geral do país. Em Macaé, o programa conta com 11.171 famílias beneficiadas, sendo 11.016 estudantes das redes municipal, estadual, federal e privada.

A atuação nas escolas segue calendário específico. Nesta semana, o Ciep Oscar Cordeiro, na Barra, recebeu o trabalho direcionado para familiares dos beneficiários com as equipes das secretarias Educação, Saúde e Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade. Os próximos encontros serão: terça-feira (28), no Colégio Municipal Ela Ibraim (Ajuda), das 8h às 17, e no Colégio Municipal Balneário Lagomar, no dia 11 de junho, às 13h30.

Durante as visitas são realizadas atividades de medição de altura e pesagem dos beneficiários, acompanhamento da situação vacinal, roda de conversa sobre orientações quanto ao recebimento do beneficio, atualização do cadastro e importância da frequência escolar. Na última segunda-feira (13), no Oscar Cordeiro, também foi realizada apresentação da contadora de historia Gisele Souza, integrante do grupo HistoriArte, da rede municipal.

De acordo com a responsável pelo Bolsa Família na área da educação, Elaine Soares, a ação segue no decorrer do ano letivo com uma agenda nas escolas que têm o maior número de beneficiários. “Todas as crianças e os adolescentes de 6 a 15 anos das famílias beneficiárias devem estar matriculados na escola. E para não correr risco de receber advertência, bloqueio e suspensão do benefício, as famílias atendidas devem seguir condicionalidades. Uma das prioridades é que crianças menores de 7 anos devem estar com o calendário vacinal em dia e ter o acompanhamento do crescimento e do desenvolvimento”, explica Elaine.

Já Camila Delfino (Desenvolvimento Social) lembra que, para atualização e informações, os beneficiários devem comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo da moradia. Além disso, Márcia Ramalho (Saúde), destaca que as gestantes também devem ser acompanhadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here