Atleta da Ascom supera as limitações e vira destaque nas provas de rua

494

Carlos Augusto Figueiredo voltou a correr aos 42 anos depois de ficar 23 anos afastado do esporte

A corrida de rua é um esporte que atrai milhares de pessoas em todos os cantos do mundo. Em Macaé, muitos atletas têm se destacado nas principais provas do Brasil e também do mundo. Um deles é Carlos Augusto Ferreira Figueiredo. Para ele, o esporte se tornou mais do que uma paixão, mas sim uma grande superação em sua vida.

Próximo de completar 46 anos, ele conta que voltou a correr há menos de quatro anos depois de passar por momentos difíceis em sua vida. Ele é a prova viva de que nunca é tarde para começar, ou até mesmo recomeçar. “Retornei ao mundo das corridas aos 42 anos, depois de 23 anos afastado. Fiquei 10 anos perdido no álcool e no tabagismo. Depois de 13 anos em abstenção, decidi que iria retornar ao esporte. Conquistei vários pódios em corridas de 5km, 10km, 15km, 21Km de rua. Depois disso resolvi alçar voos mais altos e passei a disputar as ultramaratonas, onde conquistei o top 10 em várias provas de 50km e 65Km”, conta.

E tem provas que ele faz questão sempre de relembrar. No Ultra Desafio de Passa Quatro, em Minas Gerais, Carlos terminou em quarto lugar no Geral. Foram 120 quilômetros de muitos desafios, cansaço mas, acima de tudo, vontade de cruzar a linha de chegada. A vontade de superar os seus limites foi o combustível para ir até o final. “Na WOL Extreme também fui o 4º no Geral 65Km, 3º colocado Geral no Ultra Desafio 80Km do Sana 2017 e atual campeão e recordista do Ultra Desafio 80Km de Sana 2018”, relembra.

Agora no mês de julho, o atleta já se prepara para mais provas de peso. O tempo entre uma e outra não vai permitir descansos, pelo contrario, exigirá bastante treino para aguentar os obstáculos. “Esse mês vou participar da Ultra dos Anjos Internacional 235Km, solo Survivor, no dia 12. Logo em seguida, no dia 20, estarei nos 50 quilômetros de Itaipava Petrópolis. Fechando as provas em julho, no dia 27 vou em busca do titulo novamente do Ultra Desafio do Sana, onde vou defender o meu cinturão e tentar quebrar o meu recorde dos anos anteriores”, projeta.

O nome de Carlos parece familiar? Ele está sempre se destacando nas corridas junto a sua equipe, a Associação de Corredores de Rua de Macaé (Ascom), uma das maiores da Região Norte fluminense e dos Lagos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here