Artista plástica Flora Didonet - Divulgação

A artista plástica Flora Didonet mostra talento e brilhantismo, no projeto que leva cores à Zona Portuária do Rio de Janeiro, assinando um dos mais belos painéis do local

Ganhando espaço nos meios artísticos cariocas, a bela artista plástica Flora Didonet mostra talento e brilhantismo, e encanta público em geral. A pintora, ilustradora e designer gráfica matogrossense, que cresceu em Macaé, aos 27 anos participa do projeto Rua Walls levando cores para a Zona Portuária do Rio de Janeiro, sendo autora de um dos mais belos painéis do local, com cerca de 550 metros quadrados.

O projeto Rua Walls abrange 1,5km de pintura na Av. Rodrigues Alves, na Zona Portuária, que tem como objetivo ajudar a construir a revitalização da região através da arte urbana.
O convite deixou a artista saltitante de alegria. “Depois de absorver toda a surpresa e o entusiasmo de ter sido convidada pra pintar no RuaWalls, eu fui me acostumando com a ideia de que pintaria a maior tela da minha vida até então. Essa constatação, muito emocionante, por sinal, me ajudou a entender como o meu trabalho falaria em uma escala tão grande”, declarou Flora que é graduada em Design Gráfico e gosta muito de mixar algumas ferramentas digitais no processo da pintura.

Natureza viva!!!

A pintora esclarece que a sua obra na Zona Portuária do Rio de Janeiro gira em torno da incrível potência da natureza como geradora de possibilidades. “É uma constante lembrança de como nós somos a natureza. É sobre germinar, crescer, observar, sentir e principalmente, relembrar a nossa capacidade de renascer todos os dias”, informou a artista.

Inspiração de Flora

Flora revela que o processo de criação passou primeiro por umas ilustrações digitais, como habitualmente ela faz antes da execução da obra, no sentido de ajudá-la a entender como a composição ficaria no quadro. Logo em seguida, quando recebeu o layout do muro com as medidas proporcionais, a artista começou a pensar na arte a partir dali. “Comecei observando meus trabalhos mais recentes e vi que havia um caminho ali que poderia funcionar muito bem, eu tinha a história. mas precisava entender como encaixá-la nessa grande página em branco”, explicou.
E prosseguiu: “Meu trabalho envolve a natureza de várias formas, às vezes misturando a atmosfera botânica com memórias do cotidiano, às vezes retratando a simples e pura beleza de uma folha, mas, durante a quarentena, comecei a fazer estudos envolvendo o crescimento, o germinar, o desenvolvimento de um broto até sua forma adulta e a partir de alguns desenhos eu pintei o primeiro quadro com essa representação. Posso dizer que veio desse quadro a minha maior inspiração para o mural. Quando vi que o muro é extenso na horizontal, consegui visualizar a linha do tempo de um florescer.”

Flora Yumi

Nascida em Mato Grosso, Flora Yumi Amir Didonet cresceu em Macaé, e visita sitematicamente a cidade, já que seus pais Hermeto e Suleima ainda residem em Macaé. Pintora, ilustradora e designer gráfica, aos 27 anos de idade, conta que ao longo da sua formação como pessoa, teve a onipresença das florestas, plantas e jardins como referências visuais e sensitivas, a natureza como guia de observação e aprendizado sobre a vida.
Formada em design gráfico pela PUC-Rio, Flora estuda a cor como elemento essencial na composição e é entusiasta da interdisciplinaridade em processos criativos.
Seu trabalho expande essa observação como expressão: é uma provocação de um despertar visual, onde o fio condutor é o diálogo entre a natureza e o cotidiano, e como ambas as coisas estão conectadas em diversas camadas.
Como proposta reflexiva, acredita que despertar os olhos para as harmonias da natureza dentro da própria vida é despertar também uma conexão forte com o mundo e com os afetos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here