Moradores pedem policiamento ostensivo em vários bairros da cidade, já que traficantes recorrem do prejuízo diante da apreensão de drogas - Foto Wanderley Gil

A onda de assaltos que invade as ruas de Macaé, continua assustando e preocupando os moradores e autoridades da cidade. Na última semana, até mesmo bairros que não costumavam sofrer tanto com a ação dos bandidos, tiveram casas e estabelecimentos comerciais assaltados, como é o caso de uma lanchonete assaltada no Miramar, onde clientes tiveram os objetos levados por bandidos, no último sábado (13).

Já no bairro Parque Aeroporto, moradores sofrem com assaltos e roubos de casas e veículos e no bairro Novo Horizonte, pedestres são vítimas de assaltos por bandidos que trafegam de motocicleta e anunciam o crime.

No Parque Aeroporto, por exemplo, várias casas foram assaltadas e os mais atingidos, até o momento, foram os estabelecimentos comerciais como farmácias, padarias e até mesmo Lan House. “Só na sexta e no sábado foram pelo menos sete assaltos. Três jovens armados e de cara limpa invadiram diversos estabelecimentos. Nós achamos que são as mesmas pessoas que estão assaltando por aqui. Eu mesmo já fui assaltado enquanto passava pela rua”, contou um morador que preferiu não se identificar.

O aumento no número de assaltos no Aeroporto acabou sendo, inevitavelmente, atribuído pelos moradores aos acontecimentos da última semana. “Como a Polícia Militar ficou muito concentrada em comunidades como Nova Holanda, Lagomar, Malvinas e também no Centro da cidade, os outros bairros acabaram ficando desprotegidos. Isso facilitou o trabalho dos assaltantes. Alguma coisa tem que ser feita”, cobrou o morador.

Em um dos assaltos, a vítima acabou sendo agredida pelos bandidos. O caso foi registrado na semana passada, durante a repressão ao tráfico de drogas nas comunidades. A vítima foi abordada por dois elementos em frente a sua residência, no momento em que estava chegando. Os assaltantes começaram a espancá-la. Após alguns minutos, a vítima conseguiu se livrar dos elementos e correu para dentro de casa. Os bandidos também entraram, roubaram celular, carteira, notebook e fugiram em seguida.

Este foi dos casos de roubo ocorridos no Aeroporto e que foram registrados na 123ª DP – Macaé. Um dos moradores declarou que a maioria não foi registrada, pois as pessoas estão com medo. “A Polícia pediu que os casos fossem registrados. Mas a maioria dos moradores ficou com medo de registrar e os bandidos voltarem e assaltar de novo. Essa ideia assustou todas as pessoas que foram roubadas”, explicou.

Já o bairro Miramar passou por uma situação semelhante na última semana. Cerca de seis elementos invadiram um mercado do local e assaltaram todos os clientes que estavam dentro do estabelecimento.

Segundo uma das vítimas, todos os elementos estavam armados e em motos separadas. Quatro invadiram o mercado e os outros quatro ficaram do lado de fora. Do comércio foram roubados cerca de R$ 3 mil, em dinheiro. “Na hora foi um desespero muito grande e não deu para reconhecer os assaltantes, pois todos estavam de capacete. Tinha muitos clientes no mercado e todos foram assaltados também. Eles saíram pegando tudo o que viram das pessoas. Depois que saíram do mercado, eles ainda assaltaram o bar que fica ao lado”, declarou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here