André Longobardi começa a organizar o MDB e mobilizar seus militantes para fortalecer a sigla

Fortalecimento da legenda com novos filiados poderá abrir caminhos para disputar a sucessão em 2020

Encerrado o processo de eleições gerais com a escolha de deputados estaduais, federais, senadores, governador e Presidente da República, muitos atores políticos já estão de olho na sucessão municipal que se dará em 2020. Não está tão perto, como alguns poderiam imaginar, e nem tão longe, para que as legendas partidárias comecem a atuar com a pré-indicação de nomes que deverão solidificar o espinhoso caminho a ser percorrido.

Pelo menos um pré-candidato já postula a eleição e vê chances de articular apoios importantes nos diversos segmentos sociais para chegar até ao poder Executivo. Militando há alguns anos desde que se dedicou quase inteiramente à política e buscando apoios capazes de sustentar sua pré-candidatura, o empresário André Longobardi começa a organizar o MDB e mobilizar seus militantes para fortalecer a sigla, abandonada desde 2017, pelo atual prefeito.

“Vamos focar nosso trabalho na organização das associações de moradores dos bairros que estão abandonadas e apresentar um plano de governo para tirar Macaé do caos em que se encontra. Como não vai haver mais coligações partidárias, também a nominata de pré-candidatos a vereador vai passar por uma nova modalidade de ação. Todos os que pretenderem concorrer para renovar o Poder Legislativo, deverão participar de cursos de atuação política para conhecer com profundidade a legislação e assumir o compromisso de que não haverá moeda de troca, o famoso toma lá dá cá”, disse André Longobardi, que durante esta semana acompanhou na Assembleia Legislativa a votação dos vetos apostos por Pezão a diversas leis.

Para quem não lembra, em 2016 André Longobardi fazia campanha para ser candidato a vereador mas acabou aceitando convite de Chico Machado para concorrer a vice. “Foi minha primeira experiência num cenário em que David estava lutando contra Golias. Enfrentamos as fortes barreiras da máquina administrativa e conseguimos cumprir nosso dever. “Agora, pretendo ser cabeça de chapa. Serei o pré-candidato e já conto com uma grande militância para erguer o MDB, considerado uma legenda forte e que deve ser considerada. A história do partido na luta pela redemocratização do país e que teve em Macaé como seu maior líder o ex-prefeito e deputado estadual Claudio Moacyr é o exemplo mais dignificante e o alicerce para que uma pessoa possa defender seus ideais”, acentuou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here