Acostamento na RJ-106 segue aguardando melhorias

55
odebateon-rj106
Governo do Estado diz que não tem previsão de melhorias no acostamento entre o Parque de Tubos e Mar do Norte - O DEBATE

Segundo o DER-RJ, trecho recebeu no final de 2018 o recapeamento na pista, mas não há previsão para o recuo

Uma das principais rodovias do estado, a Amaral Peixoto (RJ-106), que corta boa parte dos municípios de Macaé e Rio das Ostras, ainda apresenta problemas. Um dos trechos fica entre Parque de Tubos e Mar do Norte. Apesar de ter recebido o serviço de recapeamento da pista de rolamento, o acostamento segue aguardando por serviços de manutenção. Essa semana, a equipe de reportagem do jornal O DEBATE esteve circulando por esse trecho, onde pode ver de perto o real estado da rodovia. Partes do acostamento apresentam buracos; já em outras, o asfalto nem existe mais.

Quem passa por ali todos os dias diz que as condições da pista melhoraram com o recapeamento, mas cobra das autoridades públicas as melhorias que ainda precisam ser feitas. “Por que deixaram apenas isso para fazer quando realizaram o serviço? Não faz sentido. Está muito ruim. Se você precisa parar para retornar ou por algum motivo de emergência, como desviar de algum veículo que vem no sentido oposto, corre o risco de sofrer danos no seu carro ou até mesmo algum acidente”, diz Marcela França.

Procurado pela nossa equipe, o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Rio (DER-RJ) informou que realizou recentemente a recuperação, através de um procedimento denominado micro revestimento, do pavimento da RJ-106, entre Rio das Ostras e o Parque dos Tubos (Macaé), numa extensão total de 9,0 Km.

Segundo ele, no momento não existe previsão para serviços no acostamento, contudo o órgão ressalta que esta faixa é destinada exclusivamente para dar suporte aos veículos com algum tipo de problema e não ser utilizada como pista de ultrapassagem.

A questão da ultrapassagem foi, inclusive, pauta de uma reportagem essa semana. A equipe de O DEBATE flagrou diversos motoristas transitando pelo acostamento. Apesar das péssimas condições do mesmo, muitos ainda abusavam dos limites de velocidade da pista. Lembrando sempre que, segundo o Código de Trânsito Brasileiro, além de ser um desrespeito, o Art. 193 prevê que tal ato é considerado uma infração gravíssima. O motorista que for pego infringindo a lei será multado em R$ 880,41 e perde sete pontos na carteira de habilitação. No caso de ultrapassagem pelo acostamento, a multa é R$ 1.467,35.

O DER-RJ ressaltou também que continua com equipes de conservação na via, atuando na limpeza, roçado e reforço da sinalização.

Procurado novamente pela nossa equipe na sexta-feira (8), ele informou que nessa semana, provavelmente a partir da quarta-feira (13), uma equipe será mobilizada para mapear os pontos mais importantes neste trecho da RJ-106 e realizar os reparos necessários no acostamento da via. Mais uma vez o órgão ressaltou a importância sobre o respeito às leis de trânsito e a não utilização do acostamento como pista de ultrapassagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here