ACIM festeja 103 anos de fundação com festa

303
Um enorme bolo foi distribuído para a população que passava pelo Calçadão, no Centro - Wanderley Gil

Apresentação da Orquestra Popular de Macaé e distribuição de bolo marcam o festejo da instituição

A Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) completou ontem 103 anos de atividades, e celebrou a data com a apresentação da Orquestra Popular de Macaé, no Calçadão da Avenida Rui Barbosa, no Centro. Um bolo decorado com a marca da instituição, de 4 metros de comprimento, foi distribuído para a população, que prestigiou o evento, após o coro de ‘parabéns pra você’.

Símbolo do desenvolvimento econômico de Macaé, a Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) completou mais um ano de história acompanhando as transformações sociais e econômicas vividas pelo município, e ajudando na construção de uma história sólida de progresso.

“Estamos comemorando 103 anos junto aos nossos clientes no Calçadão, dentro de um processo que nós entendemos como união de forças. Que esta instituição possa seguir construindo um caminho de vitórias ao longo dos próximos anos”, destacou o presidente da ACIM, Francisco Navega.

Os vereadores Luiz Fernando Pessanha e Maxwell Vaz fizeram questão de registrar presença nas comemorações e destacaram a importância da instituição centenária para o crescimento e desenvolvimento de Macaé. “Trata-se de uma instituição muito importante para a cidade que caminha aliada ao conjunto de ações que visam o crescimento econômico fomentando o comércio e gerando emprego e renda”, disse Maxwell Vaz.

A Associação Comercial e Industrial de Macaé surgiu para representar a associação empresarial e hoje é de fundamental importância para o município. A agência Banco do Brasil veio a Macaé através da associação, assim como o Plano Viário do interior. A Polícia Militar, também por parte da ACIM, encontrou o seu primeiro abrigo no município, da mesma maneira o Corpo de Bombeiros. A entidade teve participação na luta pelos royalties. A Feira Macaé Offshore, a segunda maior do país, foi iniciada de ação da ACIM.

A diretoria da ACIM é composta por 25 diretores, entre titulares e suplentes. A associação é uma entidade sem fins lucrativos, mas que vem trabalhando fortemente para a divulgação do comércio e do turismo macaense.

História da Acim

Fundada no dia 09 de abril de 1916 pelo empresário Orlando Farrula, dono da fábrica de bebidas Lynce na época, a Associação do Comércio, Indústria e Lavoura de Macaé – assim intitulada naquele tempo – deu início às suas atividades formada por 60 sócios-fundadores, com a primeira reunião de diretoria sendo realizada um mês depois, no dia 13 de maio, na sede da Sociedade Musical Nova Aurora.

Mas, foi a partir da década de 20 que as primeiras conquistas se deram, como a reativação do Canal Macaé-Campos para o transporte de cargas, junto ao Governo Federal; a elaboração do sistema viário do município, por solicitação do poder público local; além da inauguração da primeira sede própria da entidade, que naquela época (1923) também abrigou a primeira agência bancária de Macaé. Com a crise do Café na década de 30, que afetou todo o país, este crescimento ficou estagnado e a instituição veio a recuperar suas forças somente a partir de 1945, com a retomada do comércio.

Orquestra Popular de Macaé se apresentou no Calçadão para celebrar o aniversário da ACIM

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here