Acidentes com moto aumentam no primeiro semestre deste ano

321

Do começo do ano até o final de junho foram registrados 88 acidentes de motos, motonetas e bicicletas. Comparado com o ano anterior de 2019, o número de acidentes é menor

Com o aumento do uso de aplicativos de entrega na pandemia do Coronavírus, um fluxo maior de motocicletas está nas ruas e, eles costumam ser boa parte das vítimas nos acidentes de trânsito. De acordo com a Secretaria de Segurança no período de 1º de janeiro a 30 de junho deste ano, foram registrados 62 acidentes com motocicletas, 17 com ciclomotores ou motonetas e 9 envolvendo bicicletas, acidentes como este onde a maioria tem sido registrado na RJ-106, entre Macaé e Rio das Ostras.

Comparado com o ano anterior de 2019, o número de acidentes é menor, são 196 contra 88 somados. Mas, se levarmos em conta o período atípico vivido em todo país com o isolamento social, o que diminui a movimentação de veículos circulando diariamente pelas ruas do município, os números ainda assustam.

A Guarda Civil Municipal recomenda evitar trafegar pelo corredor em velocidade excessiva, não ingerir bebidas alcoólicas ou outras substâncias que possam prejudicar a condução da motocicleta. Aumentar a atenção nos cruzamentos, locais onde acontecem a maioria dos acidentes e dobrar a atenção com os pedestres, e é claro, o uso obrigatório do capacete que ajuda a evitar consequências mais graves em um acidente de trânsito, ele salva vidas.

Departamento de Trânsito – O departamento conta com 70 agentes contando com o pessoal do administrativo, dois veículos exclusivos para atendimento 24h por dia e duas motocicletas que atendem no período da manhã até o início da noite. Os agentes costumam ser os primeiros a chegar no local do acidente.

Para o diretor do Departamento de Trânsito, o GCM José Adelmo Mesquita da Rocha, os equipamentos de proteção e a direção defensiva são as maneiras mais eficazes em evitar um possível acidente.

“A moto não é um veículo perigoso, mas sim vulnerável. Por esse motivo, os motociclistas devem pilotar com todo cuidado e atenção. Respeitar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é fundamental para resguardar a vida. No município, a imprudência é um dos fatores que mais causa acidentes. Motoristas e pedestres têm que se conscientizar e priorizar a vida”, destacou o GCM Adelmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here