Esgoto

0
16
Powered by Rock Convert

Apesar da discussão entre o governo e a BRK Ambiental girar em torno do reajuste da taxa de esgoto, por toda parte o vazamento de dejetos produzidos por imóveis particulares e estabelecimentos comerciais mancham a imagem da cidade. Depois de cinco anos de vigência de uma Parceria Pública Privada (PPP), que já envolveu a Odebrecht, a população não vê o resultado esperado por tantos investimentos aplicados.

Assaltos

Assaltos a mão armada ocorrem, em plena luz do dia, nas imediações da prefeitura e do Palácio Cláudio Moacyr de Azevedo. Pontos de desembarque de centenas de pessoas que circulam pelo Centro, a região está desprotegida, mesmo com a ronda constante de Policiais Militares, através de quadriciclos, pelo Calçadão da Avenida Rui Barbosa. Os crimes ocorrem sempre no final de tarde e no início da noite. Atenção, autoridades!

Escuridão

É de espantar o breu que se instalou na ciclovia situada à margem da Avenida Hildebrando Alves, que corta o Parque Aeroporto. À noite, os moradores do bairro, assim como da Vila Badejo e Barreto, evitam praticar atividades físicas no local, por conta da escuridão. A rede de iluminação funciona apenas no lado do Aeroporto e na extensão da base macaense. Nem precisa falar o quanto a prefeitura arrecada com a taxa de contribuição.

LDO

A Câmara de Vereadores vai repetir a audiência pública que discutirá a proposta do governo para a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019. Há um grande interesse da Casa, em especial do presidente Dr. Eduardo (PPS), para ampliar os debates sobre os projetos e serviços programados pelo Executivo, diante de uma previsão de arrecadação de mais de R$ 2 bilhões. Por ser ano pré-eleitoral, 2019 é importante para os parlamentares.

Atrevido

“Respeite quem pôde chegar onde a gente chegou”. Como o “Moleque Atrevido”, composição imortalizada na voz de Jorge Aragão, Julinho do Aeroporto (MDB) segue em ritmo de samba a sua empreitada para consolidar a campanha rumo à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Ao afirmar que o prefeito “não lhe deve nada”, o líder do governo na Câmara quer encarar o desafio que pode gerar mais revés do que sorte. A conferir!

Atendimentos

Há quem acredite que a rede municipal de Saúde conseguirá solucionar, em curto espaço de tempo, uma série de pendências contratuais para prestação de serviços, que geram gargalos nos atendimentos ao cidadão. E isso vai acontecer ainda neste mês, não por conta da demanda, mas sim pela necessidade exigida pelo pleito deste ano. Com a antecipação da disputa pela sucessão da prefeitura, todos estão jogando as suas fichas no tabuleiro político.

Ônibus

Igor Sardinha, ex-vereador que voltou às origens no PT, comemora o resultado do projeto implementado pela prefeitura de Maricá, onde exerce função de secretário na municipalização do transporte público. Gratuito para a população, o serviço na cidade que mais arrecada com a produção do pré-sal da Bacia de Santos, já conta com coletivo abastecido com biocombustível, menos poluente e mais eficiente para a sociedade. Que belo exemplo!

Alunos

Em menos de dois anos de governo, a prefeitura de Quissamã conseguiu restabelecer o programa de bolsa de estudos para os universitários da cidade. O incentivo ajudou a formar uma série de profissionais qualificados, que hoje promovem assistência ao cidadão local. O mérito vai para a prefeita Fátima Pacheco, que desde o início do mandato se empenhou em renegociar dívidas com as universidades, para atender os estudantes.

Descentralização

Em Cabo Frio, a descentralização do poder tem contribuído, e muito, com distritos distantes da sede do município, em especial Tamoios, ajudando assim a atender as demandas da população. O modelo de gestão foi implementado pelo novo governo da cidade, que venceu a eleição suplementar realizada em julho. Em Macaé, se isso fosse adotado, a Serra não sofreria com o abandono em todos os setores, especialmente a infraestrutura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here