Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Polícia Militar fecha o cerco em áreas consideradas de risco em Macaé

Operações vêm sendo realizadas nas comunidades com o objetivo de coibir o tráfico de drogas

Em 10/11/2017 às 12h02


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Operações da Polícia Militar na Nova Holanda e Malvinas resultam em apreensões de drogas, dinheiro e detenção de suspeit Operações da Polícia Militar na Nova Holanda e Malvinas resultam em apreensões de drogas, dinheiro e detenção de suspeit
Há alguns dias, a Polícia Militar (PM) vem realizando operações constantes em áreas consideradas de risco em Macaé. O objetivo é coibir o tráfico de drogas e apreender material das facções criminosas, além da prisão de suspeitos.

Uma das últimas ações realizadas nas comunidades Nova Holanda e Malvinas, a PM apreendeu um menor de idade, notificou 63 motoristas e abordou 555 pessoas. As ações acontecem com as equipes do Grupamento de Ações Táticas (GAT), além de outros setores. Em uma importante ocorrência, a equipe do Grupo de Apoio Operacional (GAOp) também foi acionada, para dar suporte em uma ação com os cães farejadores da Guarda Municipal (GM).

Esta ocorrência com os cachorros do canil se deu após policiais militares, que já estavam na comunidade Nova Holanda, acionarem a equipe do GAOp e os animais, para que os cães farejassem mais drogas em uma casa em construção na Rua Sergipe. De acordo com as informações, a equipe do GAT teria encontrado no terreno 14 bolas de maconha, e desconfiaram que pudesse ter mais material escondido no local.

Foi então que os cachorros do canil da GM iniciaram o trabalho e farejaram escondidos, em uma pilha de tijolos, mais 16 bolas da mesma droga, sendo estimado o total de 5 quilos e 850 gramas de maconha. Todo o material foi apreendido pela Polícia Militar (PM), sendo registrado o fato na 123ª DP. A PM ressaltou que o prejuízo para o tráfico de drogas é estimado em mais de 17 mil reais.

Também na Nova Holanda, a polícia localizou dois elementos suspeitos na Rua 5, sendo um deles menor de idade. Segundo as informações da PM, quando a guarnição se aproximou dos dois elementos para a realização da abordagem ambos correram, mas foram alcançados e revistados, sendo encontrado com o primeiro elemento, identificado como Matheus Fontes de Oliveira, 19 anos, além de um rádio-transmissor que, segundo a polícia, era utilizado para passar informações aos traficantes sobre a localização das viaturas no interior da comunidade, além de toda a movimentação suspeita de carros e pessoas no local.

O adolescente, 16 anos, segurava em suas mãos uma bolsa preta que cotinha 203 gramas de maconha. Questionados sobre a função deles no tráfico, o maior de idade disse que trabalha na função de "atividade" do movimento e o menor de idade como "vapor". Ambos foram encaminhados à delegacia, onde permaneceram detidos.

Malvinas

Guarnição da PM abordou uma moto na rua principal da comunidade, onde estavam dois elementos, sendo a garupa menor de idade. Após revista pessoal nos dois, foi encontrado com o adolescente, 16 anos, um pote com 35 papelotes de cocaína. O jovem foi encaminhado à 123ª DP e ficou apreendido.
A polícia ressaltou que o homem que conduzia a motocicleta não tinha conhecimento que o jovem carregava a droga, já que apenas trabalha como moto-taxista. 

Jogos de Azar

Por fim, na Nova Holanda, uma guarnição ao solicitar que o veículo Ford/Ecosport, placa LTE-3899 parasse, viu que o motorista não obedeceu ao comando e fugiu. Após cerco, o carro foi abordado e após buscas no interior do carro foram encontradas seis placas-mãe; 21 lacres vermelhos; 45 lacres amarelos; três monitores; um notebook; oito cabos de fontes de energia; 15 pen-faces; seis placas de vídeo; uma bolsa com diversas ferramentas e o valor de R$1.751 em espécie. A PM frisou que o material encontrado aparenta ser de máquinas de caça-níquel, e os dois homens que estavam no carro foram encaminhados à 123ª DP, sendo autuados e liberados.

Autor: Ludmila Fernandes ludmila@odebateon.com.br

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: polícia


publicidade