Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Estudantes do Senai irão apresentar projetos inovadores

Em 08/11/2017 às 11h05


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Ao todo 13 projetos serão apresentados, sendo três de estudantes do Senai Macaé Ao todo 13 projetos serão apresentados, sendo três de estudantes do Senai Macaé
A atividade faz parte da nova fase do Desafio SENAI + Indústria e acontece amanhã na unidade de Campos dos Goytacazes  
O Projeto Desafio Senai + Indústria chega a uma nova etapa e vai selecionar projetos visando ganhar o mercado. De acordo com informações do Sistema Firjan, nesta etapa os estudantes terão que tirar ideias do papel, propor uma solução inovadora e realizar um discurso qualificado e convincente. E assim serão os próximos desafios dos estudantes do SENAI de Campos e Macaé.

O evento será realizado na quinta-feira (09), às 14h30, na unidade do SENAI em Campos. Ainda segundo informações, os jovens que participam do Desafio SENAI + Indústria terão somente 5 minutos para convencer uma banca avaliadora sobre a eficácia, a importância e os resultados positivos dos projetos que desenvolveram.

Entre os projetos desenvolvidos pelos estudantes estão o bracelete solar: um dispositivo capaz de criar fonte de recarga para aparelhos eletrônicos por meio da energia solar; o berço inteligente, que já vem com câmera embutida, tela para exibir desenhos, molas de balanço para ninar o bebê e sensor que indica se a criança fez xixi, além de uma cadeira de rodas que usa a tecnologia para facilitar a locomoção do cadeirante e sua inserção no mercado de trabalho, por um custo bem menor que os equipamentos oferecidos atualmente.

No total são 13 projetos de alunos de Campos e Macaé. Quatro serão selecionados pelo júri técnico para seguir para uma nova fase. Nela, os jovens terão  a oportunidade de ter suas inovações pré-aceleradas através de uma incubadora de novos negócios. Além do discurso de venda (pitch), os jovens ainda apresentarão protótipos de suas inovações tecnológicas. Os avaliadores levarão em consideração a finalidade do projeto, potencial inovador, aplicabilidade e as competências envolvidas na elaboração e execução.

Aprovados, os estudantes poderão utilizar a estrutura do FabLab e os espaços de co-working da unidade do SENAI, sob a orientação de monitores e especialistas, para dar vida às soluções propostas, ou seja, transformar os projetos selecionados em planos de negócio capazes de conquistar o mercado e potenciais investidores.
Para esta fase, os alunos já foram apresentados a conceitos de inovação, empreendedorismo, modelo de negócios e mínimo produto viável.

O Desafio SENAI + Indústria propõe uma maior interação entre os alunos e as indústrias do estado do Rio. Os projetos são pensados para solucionar demandas das empresas interessadas na melhoria da produtividade ou da competitividade. Em contrapartida oferecem uma rica experiência para a nova geração de profissionais que pensam "fora da caixa", de forma empreendedora, e que propõem soluções inovadoras para situações do dia a dia.

O Projeto foi lançado em 2016, e por meio dele os alunos desenvolveram projetos para dar soluções a gargalos reais de empresas que foram voluntárias no programa.

Os projetos da unidade Macaé que estarão no evento são: Envasenator - Produção de equipamento para envasar o produto artesanal do cliente em latas (esse processo não é feito atualmente pela indústria nacional); Tecnorefrigeração - O projeto apresenta uma resposta à necessidade de alterar a temperatura do produto (bebida artesanal) desenvolvido pela empresa, sem mudar o sabor do mesmo, através de equipamento com tecnologia de automação; e Zero Tempo Perdido - A solução do projeto está na redução de tempo perdido durante a produção, através de paradas emergenciais não planejadas. O projeto apresenta solução para o problema do equipamento de Hi-Torque, onde o mesmo entra em standby após o óleo hidráulico aquecer na temperatura de 38°C.

Autor: Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

Foto: Divulgação


    Compartilhe:

Tags: educação


publicidade