Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Arte surgiu em Macaé através da construção do primeiro grande teatro: o Santa Isabel

Em 24/07/2017 às 11h06


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte


Grandes peças foram apresentadas no Santa Isabel, entre elas "O Homem do Princípio ao Fim", com a atriz Fernanda Montenegro e Sérgio Brito


Berço de obras primas da cultura nacional, Macaé também tem parte da sua história social contada pela iniciativa de empreendedores que transformaram a cidade em referência regional, em vários setores.

Foi em 1866 que Macaé foi contemplada com o seu primeiro teatro - Teatro Santa Isabel, fruto de iniciativa da população da época.

A história começa em 12 de agosto de 1864, quando um grupo ligado às atividades cênicas e que lutava pelo progresso da cidade se juntou e fundou nesta mesma data a Sociedade Philo - Scenica Macahense, que tinha à frente o Dr. Constantino José Gonçalves. A inauguração do prédio ocorreu em 7 de janeiro de 1866, mesmo sem a obra estar totalmente concluída e após um tempo, passou  a ser utilizado também como cinema, recebendo o nome de Cine-teatro Santa Isabel. 

A peça de estreia do Teatro foi feita por amadores da própria cidade por meio da Sociedade Philo, com o drama de Burgain, em quatro atos, "Os Três Amores". 

Ainda segundo os dados históricos, a principal meta do grupo era a construção de um teatro, e para isso foi criado um quadro de sócios proprietários que participavam com cotas estipuladas em dez mil réis. Antes da criação dessa sociedade os espetáculos teatrais que ocorriam na cidade ficavam restritos a apresentações em residências amplas ou salões de usos diversos. 

Após alguns meses de criação da Sociedade Philo, em 15 de outubro foi lançada a pedra fundamental da obra para comemorar o consórcio da Princesa Isabel com o conde d`Eu. 

Grandes peças foram apresentadas no Santa Isabel, entre elas "O Homem do Princípio ao Fim", com a atriz Fernanda Montenegro e Sérgio Brito e a peça "Lampeão de Gás", com Vanda Lacerda. 

Ambas consideradas peças de sucesso, a primeira foi um sucesso nacional com a participação de uma das grandes estrelas do teatro nacional, que é a Fernanda Montenegro e a segunda que foi uma peça policial, na época grande sucesso no Rio. Todas no final dos anos de 1960. 

Homenagem 

O espaço recebeu o nome de "Santa Isabel" em homenagem à princesa e tal fator resultou em algumas confusões, pois acreditava-se que a Alteza Imperial  teria vindo a Macaé para a inauguração, no entanto, não há nenhuma documentação que comprove a informação. 

Perda do espaço 

E o que foi um grande sucesso começou a perder o seu espaço na cidade com a inauguração do Cine Teatro Taboada, em 1936. Com a chegada do Taboada, o Santa Isabel passou a ser considerado de qualidade de filme de faroeste e para prender a população passou a oferecer filmes em série, com exibições às quartas-feiras e aos domingos. 

Já o Cine Taboada conquistava seu público com filmes de amor e com grandes atores. Sendo assim, o Taboada atendia a uma classe e o Santa Isabel, a outra. 

Atualmente o prédio encontra-se totalmente descaracterizado em virtude das diversas reformas e acréscimos sofridos.

Autor: Márcio Siqueira

Foto: Divulgação


    Compartilhe:

Tags: Macaé 204 anos


publicidade