Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Feira Brasil Offshore recebe nota máxima em excelência

Perfil da nona edição do evento garantiu resultados além do esperado por empresas

Em 07/07/2017 às 12h17


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Firjan avaliou como positiva a participação da nona edição do terceiro maior evento do petróleo Firjan avaliou como positiva a participação da nona edição do terceiro maior evento do petróleo
Os resultados obtidos por empresas locais, instituições empresariais e por representantes das prestadoras de serviços para as grandes companhias do setor de óleo e gás em atividade na Bacia de Campos, foram além do esperado para a participação da nona edição da Feira Brasil Offshore, realizada no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, no final do mês passado.

A avaliação do desempenho da cadeia produtiva de petróleo local, sobre o ambiente proporcionado pelo terceiro maior evento offshore do mundo, foi compartilhada durante a reunião de Julho da Comissão Municipal da Firjan.
Como empresários e como presidente do conselho empresarial, Evandro Cunha destacou o perfil criado pela nona edição da Feira, dedicado ao debate técnico e ao networking entre expositores e clientes.

"Como empresário, digo que a feira foi excelente para conversar com muitos clientes e dar visibilidade ao nosso produto. Como instituição, afirmo que a feira foi excelente porque ajudou a fazermos o nosso papel de mostrar Macaé para o mundo", destacou o presidente da Comissão Municipal da Firjan.

Representante da SPE (Sociedade dos Engenheiros do Petróleo) na reunião de Julho da Firjan, José Walmir destacou que as instituições e os empresários precisam registrar essa qualificação da feira, junto a pesquisa de opinião que está sendo realizada atualmente pela Reed Exhibitions Alcântara Machado.

"Nós precisamos demonstrar o quanto a feira foi boa e é importante para Macaé", disse José Walmir. A SPE é parceira na organização da Feira, cuidando da conferência internacional. Representantes da Unidade de Operações da Bacia de Campos (UO-BC), também demonstraram positividade ao avaliar o desempenho da Brasil Offshore neste ano.

Além de consolidar a sua participação no pavilhão de expositores, a Petrobras utilizou a Brasil Offshore para anunciar as operações dos Campos Tartaruga Verde e Mestiça, além de promover palestras que abordaram temas relacionados a uma das suas principais estratégias de operação atual: o descomissionamento de plataformas, que possui relação com o avanço para as operações do pré-sal.

A Petrobras participou ainda da rodada de negócios promovida pelo Sebrae, pela Firjan e pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), que projetou mais de R$ 140 milhões em contratos que serão consolidados em breve.
"A feira ajudou a projetar um novo cenário de otimismo para toda a indústria", apontou Marcelo Reid, membro da Comissão Municipal da Firjan.

Através do Senai, do Sebrae e da Comissão, a Firjan também promoveu uma série de atividades de negócios durante a nona edição da Brasil Offshore. E essa programação ajudou a integrar a cadeia produtiva local, com as grandes operadoras de óleo e gás no mundo.

Autor: Márcio Siqueira

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: brasil offshore 2017


publicidade