Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Coquetel de O DEBATE conecta as dimensões da Brasil Offshore

Evento realizado na noite de quinta-feira (22) relembrou o início da Feira e projetou o futuro do desenvolvimento de Macaé, através da união de forças de instituições parceiras

Em 24/06/2017 às 13h15


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Oscar Pires prestou homenagens a Daniel Pereita e a Sylvio Lopes durante o coquetel Oscar Pires prestou homenagens a Daniel Pereita e a Sylvio Lopes durante o coquetel
O início de um projeto audacioso responsável por projetar hoje o futuro de Macaé, através do progresso gerado pela indústria do petróleo, marcou a noite de emoção proporcionada pelo coquetel de O DEBATE realizado na última quinta-feira (22), durante a nona edição da Brasil Offshore.

Todas as dimensões do evento, que trouxe para a cidade o potencial de se transformar no centro mundial de discussões que envolvem o futuro das operações de óleo e gás, foram destacadas através da presença de convidados ilustres e homenageados mais que especiais.

A gênese da Brasil Offshore foi marcada pela presença do ex-prefeito e ex-deputado federal Sylvio Lopes, homenageado com o Diploma de Honra ao Mérito concedido por O DEBATE, como Jornal Oficial da nona edição da Feira.


A importância de Sylvio para a consolidação da Feira, através da Construção do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, foi reverenciada pelo diretor de O DEBATE, Oscar Pires, que entregou ao ex-prefeito o Diploma de Honra ao Mérito, além do relógio que marca a comemoração pelos 41 anos do jornal.



"A visão vanguardista, a preocupação com o futuro de Macaé e a coragem de fazer diferente sempre foram as marcas do trabalho desenvolvido por Sylvio Lopes em nossa cidade. O espaço que hoje sedia o terceiro maior evento do petróleo no mundo, e que nos proporciona esse momento tão especial, representa a grandeza de um homem que sempre esteve à frente do seu tempo", destacou Oscar Pires.

Emocionado em ser homenageado, e por ser prestigiado por diversos representantes de instituições voltadas a garantir o desenvolvimento econômico de Macaé e região, Sylvio Lopes agradeceu o momento sublime, que será guardado por ele "no canto mais especial da minha alma".


"Como é bom ser homenageado, não por grandeza, mas sim pela simplicidade de ser lembrado por algo construído com tanto amor e carinho por Macaé. Viver este momento é celebrar o início de algo único e especial para Macaé: a reunião de pessoas que possuem a força de recuperar a glória dessa cidade que hoje está um pouco triste. O ódio não leva ninguém a lugar nenhum. Mas a união, entre pessoas como as que estão aqui neste momento, é fundamental para garantir à nossa cidade um novo recomeço", disse Sylvio.

O futuro da feira

Além de relembrar o início da Brasil Offshore, o coquetel de O DEBATE presteu reverências também a quem possui nas mãos a responsabilidade de projetar o futuro do evento que promete abrir para Macaé um novo caminho de desenvolvimento e de prosperidade.

Daniel Pereira, gerente de eventos da Reed Exhibitions Alcântara Machado, recebeu das mãos do diretor de O DEBATE, Oscar Pires, o Diploma de Honra ao Mérito, por realizar com competência a organização da nona edição da Feira.

"Daniel é um jovem brilhante, um sonhador como todos nós somos pelo bem de Macaé. Um rapaz que acredita na cidade e que preza o respeito pelas instituições que contribuem com o desenvolvimento da região. Assim ele fez com O DEBATE, ao nos proporcionar a chance de ser o Jornal Oficial da nona edição da Brasil Offshore. Pelo carinho e pela amizade construída nesse momento, o homenageamos como forma de reconhecer o seu sucesso em organizar esse importante evento", destacou Oscar Pires.

Surpreso com a homenagem e bastante emocionado, Daniel também recebeu um relógio personalizado, que marcou a celebração dos 41 anos de O DEBATE.

"Ninguém faz nada sozinho. Quando começamos a desenhar a nona edição da Brasil Offshore, pensamos de que forma seria possível apostar no evento com o potencial de garantir um novo momento para a indústria. E isso só foi possível através dos nossos parceiros, como as instituições presentes em Macaé, e como o jornal O DEBATE. Agradeço de coração essa homenagem que ficará guardada para sempre na minha memória e no meu coração", disse Daniel.

O gerente de eventos da Reed também recebeu, durante o coquetel de O DEBATE, a Moção de Aplausos concedida pela Câmara de Vereadores, através do vereador Maxwell Vaz (SD).
"Pessoas como o Daniel são fundamentais para reconstruir a história de desenvolvimento econômico e social de Macaé. Essa homenagem é mais que merecida", disse Maxwell.

O vereador também prestou reverências ao Jornal O DEBATE, pela dedicação em lutar "pelas causas de Macaé", além de prestar uma homenagem simbólica a Sylvio Lopes.

"Sylvio Lopes foi o melhor prefeito que essa cidade já teve", disse Maxwell.
No encerramento do ato solene, foi servido aos convidados um coquetel harmonizado pelo Armazém/Wine Bar Cocoricó, com menu assinado pelo Dona Eurice Ristorante.

Representantes de instituições que participaram do evento:

Luiz Mário Concebida, gerente da representação Regional Norte Fluminense da Firjan
João Pedro Aparecido Romano, Superintendente do Aeroporto de Macaé
Evandro Cunha, presidente da Comissão Municipal da Firjan
Emerson Esteves, presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM)
Guilherme Abreu, presidente do Conventions And Visitors Bureau (CVB) Macaé
Henrique Fragoso, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Macaé (CDL)
Marcelo Reid, ex-presidente da Comissão Municipal da Firjan e ex-presidente da ACIM
Antonio Matius Gondim, ex-presidente da ACIM
Cliton da Silva Santos, secretário da Comissão Municipal da Firjan e ex-presidente da ACIM
Gumercindo Moura, secretário da atual diretoria e presidente eleito para a próxima gestão do Lions
Ramiro Campos, ex-comandante do 32º BPM de Macaé
Glauco Lopes, ex-deputado estadual
Silvinho Lopes, empresário

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães e Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: política, brasil offshore


publicidade