Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

José Serra destaca pontos para alavancar novos investimentos

Senador apresentou à indústria tópicos de projeto que modifica sistema de operadora única

Em 24/06/2015 às 14h45


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Senador José Serra foi recebido pelo prefeito Dr. Aluízio Senador José Serra foi recebido pelo prefeito Dr. Aluízio
Um das presenças mais aguardadas na abertura da oitava edição da Brasil Offshore, o senador José Serra (PSDB) apresentou aos representantes da indústria do petróleo tópicos relativos ao projeto, em tramitação no Congresso Nacional, que propõe a revisão do sistema de operação do segmento de óleo e gás no país. Ele foi aplaudido de pé pelo público que participou do evento.

Apesar de pautar seu discurso em análises relativas à crise administrativa enfrentada pela Petrobras, Serra defendeu medidas que precisam ser debatidas no âmbito político-federal, unificando o discurso com representantes de instituições ligadas ao segmento offshore que encaram a crise como o momento de construção de um novo sistema de regulamentação das operações do petróleo no país.

"Precisamos apresentar um esquema de superação da crise. Não vemos o governo e a nova gestão da Petrobras buscar esse caminho. No entanto, este é o momento de discutirmos pautas como o projeto que levamos ao Congresso, que vai gerar medidas positivas para o país", defendeu Serra.

Ao incluir as atividades do petróleo como um dos três principais pilares para o equilíbrio da economia nacional, o senador apontou as medidas adotadas pela Petrobras, com a influência política do governo federal, que ajudaram à formação do atual cenário de crise do setor.

"Passamos oito anos sem a realização de leilões para novas áreas de exploração, isso causou um efeito tremendo na política de incentivo ao conteúdo local. Além de reduzir a demanda para atividades da indústria, a Petrobras entrou na fase do endividamento, o que gerou o esvaziamento de empresas em Macaé", analisou Serra.

O senador defendeu também a proposta de rediscussão da posição da Petrobras como operadora única da exploração de camadas do pré-sal e do pós-sal.

"Dificilmente se atrai investimentos com a Petrobras sendo operadora única. Qual empresa vai querer participar de concorrência para exploração já sabendo que a estatal terá 30% da área de produção? Esse modelo de poder para elevar a companhia ao posto de número 1 no mercado mundial do petróleo é errado e precisa ser discutido", defendeu Serra.

Ao encerrar sua palestra, Serra foi hostilizado por um grupo de manifestantes. Em resposta, o senador foi ovacionado pelo público formado por profissionais e empresários do mercado do petróleo.

Autor: Márcio Siqueira

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:


publicidade