Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Macaé preparada para sediar a maior edição da Brasil Offshore

Prefeito destaca participação da população para o sucesso da feira, evento que reitera importância da cidade para o petróleo

Em 20/06/2015 às 17h22


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Equipes trabalham na montagem dos mais de 700 estandes que formam os pavilhões de expositores da oitava edição da feira Equipes trabalham na montagem dos mais de 700 estandes que formam os pavilhões de expositores da oitava edição da feira
Ao acompanhar ontem o processo de construção dos estandes, nos pavilhões de expositores criados dentro do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, o prefeito Dr. Aluízio Júnior afirmou que a cidade está preparada para sediar a oitava edição da Brasil Offshore. Ao destacar a importância do envolvimento da população macaense em todas as atividades relativas à feira, o também presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro) afirmou que o evento deste ano já é considerado como 'o maior de todos os tempos'.

Ao lado do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Tecnológico e Turismo, Vandré Guimarães, o prefeito visitou os espaços onde cerca de 700 empresas terão a oportunidade de apresentar a inovação do mercado do petróleo, seja através de produtos, seja com base em serviços, marcando assim o potencial de R$ 1 bilhão em negócios que poderão ser prospectados durante os quatro dias de realização do evento.

Em meio a cerca de 500 profissionais que atuavam na confecção dos estandes, Dr. Aluízio destacou a influência da Brasil Offshore na economia de Macaé.

"De várias formas, a feira envolve a rotina de todos os macaenses, e isso representa a importância dos negócios que serão gerados dentro dos quatro dias do evento. Por isso, é fundamental que a cidade abrace a Brasil Offshore, que acontece neste ano em um período atípico mas especial, envolvendo o dia dedicado à celebração do padroeiro da cidade, São João Batista. Uma oportunidade para que as pessoas possam conhecer o que o mercado do petróleo está planejando para o futuro", disse o prefeito.

Em uma sintonia minuciosamente planejada, a programação da oitava edição da Brasil Offshore conseguirá colocar em evidência o grande potencial adquirido por Macaé ao ser a base das principais operações do petróleo no país, ao longo dos últimos 40 anos.

Ao envolver agentes políticos que atuam nos principais campos operacionais do segmento offshore do país, o fórum que será realizado logo na abertura do evento traz a discussão da principal pauta levantada pela indústria do petróleo nacional, como ferramenta para a restruturação do setor: um novo marco regulatório para as atividades de óleo e gás.

O tema será debatido pelo prefeito e presidente da Ompetro, o governador Pezão (PMDB) e o senador José Serra (PSDB), estando relacionado à nova rodada de leilões, de áreas para exploração, agendado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) para outubro deste ano.

"O mercado do petróleo vive uma fase de inflexão. Essa mudança de cenário precisa ser analisada e discutida. Por isso, vamos reunir agentes políticos para promover esse debate. Hoje, o senador José Serra é uma das principais autoridades do país com conhecimento sobre a evolução das regras do petróleo ao longo dos últimos 20 anos", destacou Dr. Aluízio.

No campo técnico, o foco da conferência organizada pelo Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP) e pela Sociedade dos Engenheiros do Petróleo (SPE), com objetivo de debater técnicas de recuperação da capacidade de produção de campos maduros, possui um reflexo direto na análise sobre o futuro das operações do petróleo no país, dando ênfase ao potencial produtivo da Bacia de Campos.


"Quem produz petróleo, no país e no mundo, vai estar aqui na Brasil Offshore. Hoje as empresas discutem quais são as melhores estratégias para restruturar o mercado e a recuperação dos campos maduros pode ser um fator predominante, levando em consideração infraestrutura e investimentos. Isso favorece a nossa cadeia do petróleo, que possui a expertise capaz de sustentar o setor neste período de inflexão, assim como também o potencial de promover a restruturação que todos nós esperamos", pontuou o prefeito.

A Brasil Offshore será oficialmente aberta em cerimônia agendada para às 14h da terça-feira (23) e seguirá até a noite da próxima sexta-feira (26).

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br


    Compartilhe:


publicidade