Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Corpo de Bombeiros garante assistência à população

Além de atender Macaé, resgate conta com unidades em outros municípios

Em 22/01/2013 às 12h06


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

O 9º GBM conta com 14 bombeiros que atendem as ocorrências O 9º GBM conta com 14 bombeiros que atendem as ocorrências
A falta de ambulâncias no município é um problema que diariamente gera reclamações da população de Macaé. Tendo em vista a dificuldade e demora no serviço de transporte público de remoção, frequentemente o Corpo de Bombeiros é acionado para prestar o atendimento à demanda solicitada. Além de apresentar serviços à Macaé, o 9º GBM também conta com unidades equipadas que atendem a outros municípios vizinhos.

O Corpo de Bombeiros de Macaé possui atualmente duas ambulâncias equipadas para atender as solicitações de emergência dentro do município. Uma delas funciona como uma Unidade de Terapia Intensiva Móvel (UTI), que opera com a presença de um médico socorrista e a segunda conta com técnicos em enfermagem, que prestam atendimento às ocorrências na região de Cabiúnas, e quando solicitada se desloca a qualquer outro local indicado.

Outras unidades pertencentes ao Corpo de Bombeiros de Macaé atendem a população de Conceição de Macabú e Casimiro de Abreu, cada uma em um município.

De acordo com o Tenente Coronel Jorge Vicenze, do 9º GBM, o município conta com 14 bombeiros que são divididos em diferentes ocorrências ou eventos.

Também alvo de queixas por parte da população, o Ten Cel Vicenze explica o motivo das reclamações. "As pessoas chamam primeiro o 192 para depois entrar em contato com os bombeiros. A demora é na chamada e não ao atendimento", esclarece o militar que ainda ressalta que o fator distância e trânsito também implicam na chegada do socorro.

Esclarecimento

Na reportagem feita pelo Jornal O Debate, divulgada na última quarta-feira (16), que abordava a falta de ambulâncias no município, foi citado que o serviço de transporte público de resgate (192) foi acionado após uma mulher passar mal e desmaiar em um restaurante localizado no centro da cidade, no início da tarde de terça-feira (15).

Com a demora da ambulância, os presentes contataram o serviço do Corpo de Bombeiros (193) que chegou ao local trinta minutos após o pedido de emergência.

De acordo com o Tenente Coronel Vicenze, no momento em que o serviço foi acionado, a ambulância do Corpo de Bombeiros prestava atendimento a uma vítima que sofreu um mal súbito no bairro Visconde. Ao receber a ligação referente à ocorrência no centro da cidade, os profissionais imediatamente se deslocaram para o endereço solicitado, chegando ao local meio hora após o pedido em função da distância ente os bairros e das condições do trânsito. Com a vítima ainda no local, os profissionais prestaram o primeiro atendimento.


Autor: Letícia Santana/ leticiasantana@odebateon.com.br

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:


publicidade