Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Projeto Botinho vai agitar a criançada nessas férias

Na próxima quinta (10) acontecerá a cerimônia de abertura em Macaé e dia 14 em Rio das Ostras

Em 08/01/2013 às 12h05


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

As inscrições começaram no início de dezembro, e logo foram preenchidas todas as vagas. A previsão é que as atividades t As inscrições começaram no início de dezembro, e logo foram preenchidas todas as vagas. A previsão é que as atividades t
O Projeto Botinho, que acontece em Macaé e Rio das Ostras, a partir de quinta-feira, dia 10 de janeiro, inscreveu 800 pessoas para o evento esse ano. Esse número corresponde a crianças, adolescentes e adultos que se inscreveram em Macaé e Rio das Ostras. A iniciativa é da Defesa Civil do estado do Rio de Janeiro e conta com o apoio dos Grupamentos de Bombeiros, nas cidades onde tem corpo de guarda vidas.

 Só o quartel de Macaé recebeu 500 inscrições para os diferentes grupos: Golfinho, crianças de 7 a 10 anos, Mobydick, adolescentes de 11 a 14 anos, Tubarão, de 15 a 17 e as Sereias. Para a realização das atividades o comandante do Corpo de Bombeiros disponibilizou 15 militares, que ensinarão noções de primeiros socorros, teorias do mar, educação física, disciplina hierárquica e proteção ao meio ambiente.

 Na próxima quinta (10) acontecerá a cerimônia de abertura em Macaé e dia 14 em Rio das Ostras. Coordenada pelo Tenente Coronel BM Jorge Vincenzi, a solenidade terá a participação dos Comandantes dos destacamentos da região: Casimiro de Abreu, Aeroporto, Cabiúnas e de Conceição de Macabu, e também das autoridades municipais convidadas para o evento. Além das boas vindas, os inscritos conhecerão seus instrutores, receberão o uniforme e serão batizadas com 
um banho de mar.

 Para o Comandante do 9º GBM, Tenente Coronel Jorge Vincenzi, a iniciativa é uma ação comunitária que aproxima a corporação da comunidade. "Eventos como esse contribuem para que o nosso trabalho seja conhecido pelas diferentes faixas etárias, sem distinção de classes sociais, visto que o projeto foi aberto a comunidade em geral. Durante os dias da Colônia de Férias, os alunos recebem instrução de primeiros socorros, exercem atividades físicas e recebem noções de hierarquia e disciplina, fundamental para a formação do caráter dos jovens", disse ele.

Foto: Divulgação


    Compartilhe:


publicidade