Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Arquiteto da Prefeitura e filha morrem em acidente na Serra

Dois ônibus realizavam ultrapassagem, provocando o acidente que matou o arquiteto Fagundes e a filha Laila Lima

Em 25/04/2012 às 10h02


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Durante todo o dia de ontem (24), centenas de amig Durante todo o dia de ontem (24), centenas de amig
O arquiteto José Carlos Fagundes de Souza Lima (58), e sua filha Laila Tavares de Souza Lima (19), morreram vítimas de um grave acidente ocorrido no final da tarde de segunda-feira (23), por volta das 15h50, no quilômetro 25 da estrada Macaé-Glicério (RJ-168), na Ponte das Neves, acesso que liga à região serrana de Macaé. 

O arquiteto que trabalhava na Guarda Municipal, voltava com a família de Tapera, onde foram passar o feriado, quando o carro que dirigia bateu de frente com um ônibus do Sistema Integrado de Transporte (SIT), próximo ao trevo de Macaé. 

Laila Lima morreu na hora e o arquiteto José Carlos Fagundes chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Público Municipal (HPM), mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de dar entrada no setor de emergência da unidade. Uma terceira vítima, identificada como Rosimar, esposa de Fagundes, também ficou ferida e foi levada para um hospital particular da cidade.  

Rosilene Carvalho, cunhada de Fagundes, que também voltava  para Macaé num outro veículo, comenta que presenciou a tragédia, e que José Carlos Fagundes era cauteloso e trafegava na rodovia tranquilamente em direção a Macaé, quando dois ônibus do SIT faziam ultrapassagem desnecessária ao trafegar em sentido contrário. 

“Dois ônibus de transporte urbano estavam indo para a região serrana em alta velocidade, quando um dos coletivos não conseguiu completar a manobra de ultrapassagem e se chocou com o carro do meu cunhado e logo após, bateu no meu veículo que estava atrás do Fagundes”, explicou Rosilene, onde frisou que o carro do arquiteto chegou a rodar quatro vezes na rodovia. 

Homenagem no sepultamento
 
Amigos, parentes e familiares estiveram presentes no velório no início da manhã de terça-feira (24), no Cemitério Memorial Mirante da Igualdade. Muitos membros da família não tinham condições de falar ou até mesmo de dizer adeus ao arquiteto, que foi um grande amante e incentivador da música, e a jovem Laila, considerada por muitos, alegre, sonhadora e amiga. 

José Carlos Fagundes era funcionário público da Prefeitura de Macaé e também dividia a sua profissão com a arte, onde chegou a dirigir a Sociedade Musical Macaense por muitos anos. O arquiteto era casado, morador do bairro Imbetiba e pai de três filhas. Pensando em seguir o mesmo caminho do pai, Laila, era a filha caçula e cursava o segundo período de arquitetura, em Campos dos Goytacazes. 

Por volta das 16h, pai e filha foram sepultados sob clima de muita emoção pela família e amigos. Todos lamentavam a ocorrência e a morte de Fagundes deixou saudades aos amigos próximos, que ficaram chocados com o acidente.

Autor: Cristian Kupfer/ cristiankupfer@odebateon.com.br

Foto: Divulgação


    Compartilhe:


Mais imagens


publicidade