Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Como se prevenir de assaltos e abordagen em sua residência

Em 09/12/2010 às 13h24 - Atualizado em 09/12/2010 às 13h24


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

É fundamental que as pessoas ao chegarem em suas c É fundamental que as pessoas ao chegarem em suas c
Roubos e furtos em residências também costumam aumentar durante o período de fim de ano, assim como outros tipos de crimes mostrados na série de matérias que estão sendo publicadas no Jornal O DEBATE desde o último domingo (5), com o auxilio da subtenente Zoraia Braz, do 32º Batalhão da Polícia Militar.

 As estratégias de segurança têm o intuito de alertar a população para os riscos nesta época do ano, quando as incidências criminais aumentam consideravelmente. 

Os bandidos se aproveitam de descuidos dos proprietários de casas para prestar atenção nos hábitos dos moradores, como por exemplo, em que momento há pessoas dentro da residência, quando está vazia, horários de trabalho, escola das crianças, entre outros.

Para atuar dentro das casas, os ladrões precisam de uma certa garantia de que quando entrarem não serão surpreendidos por ninguém. Em Macaé esses crimes acontecem com uma certa frequência, em algumas vezes devido ao grande tempo que as casas ficam vazias e em outros casos, roubos que se passam durante a madrugada, enquanto os moradores estão dormindo, tática audaciosa e muito perigosa para quem não procura por uma proteção maior para seu lar.

Manter os portões e portas sempre fechados

A primeira coisa a se fazer para evitar que bandidos entrem nas residências é se certificar de que todas as portas e portões estão devidamente trancados. “Quando as portas estão trancadas evita que pessoas estranhas entrem. E só entrará entrará quem o dono da casa autorizar”, disse Zoraia. 

Acender todas as luzes externas, ao anoitecer

No início da noite é necessário acender as luzes das varandas. Esta é mais uma forma de inibir a ação de ladrões. A partir do momento em que eles percebem que tem alguém em casa, muitos acabam desistindo do plano, porque encontrará uma grande dificuldade. “As luzes também fazem parte do equipamento de segurança. Se o ambiente estiver com pouca iluminação facilita  possíveis arrombamentos. Os ladrões não gostam de luz, porque são percebidos”, alertou a subtenente da PM.

Preferir usar portões automáticos

Para quem tem condições, a melhor opção é instalar portões automáticos, que transmitem uma segurança ainda maior, evitando arrombamentos. E para os motoristas é mais uma forma de se proteger, porque para abrir o portão, não precisa desembarcar do carro.

Evitar entrar na casa quando suspeitar de que há algo errado. Ligue para a polícia e forneça a maior quantidade de dados possíveis, como números de suspeitos, características físicas, tipo de veículo suspeito, placa, cor e tipo.

Caso a pessoa esteja fora de casa e ao entrar perceba que existem assaltantes dentro da residência, a orientação é se manter o mais afastado possível e evitar que os bandidos notem a sua presença. 

A Segundo Zoraia a primeira providência a ser tomada é ligar imediatamente para a polícia e verificar tudo ao redor, se existe um veículo do lado de fora, qual o veículo, marca, a cor e a placa, e repasse todos os detalhes, inclusive o número de elementos.

“Até mesmo movimentações suspeitas próximo à residência devem ser observadas. Se estiver chegando, e perceber que tem um carro estranho parado, nunca visto no local antes, também deve chamar a polícia”, ressaltou.

Não dê informações sobre a rotina de  sua casa a estranhos

Uma das recomendações da tenente Zoraia Braz é nunca contar a ninguém sobre os hábitos, horários e outras informações que possam transmitir qualquer tipo de perigo. Se não conhece a pessoa, ou acabou de ser apresentado a ela, por mais legal que pareça ser, não confie, porque não é alguém de confiança. Essa é uma das medidas essenciais para que se evite assaltos no interior de residências. 

Muitas vezes bandidos pegam informações por telefone também. É necessário conversar com as crianças e mostrar o risco que correm se falarem coisas para estranhos, quem mora, que horas chega o dono da casa, a que horas sai, não tem que dar essas informações, principalmente por telefone”, disse.

Orientar os seus filhos para que, quando estiverem sozinhos, não abrir a porta a estranhos, não informar a respeito de adultos da casa, não fornecer telefones celulares ou de trabalho, não informar que estão sozinhos

No momento em que os proprietários saírem das casas e deixarem os filhos, é importante manter as crianças em total segurança. Para isso o mais recomendado nesses casos é orientar os jovens de como se comportar. 

Em nenhuma hipótese acreditar em quem bate à porta pedindo qualquer informação sobre os familiares e nem dizer que estão sozinhos. As crianças são mais vulneráveis, por isso, se o assaltante perceber que não há mais ninguém no local, podem entrar na casa.

Caso tenha condições utilize o monitoramento por vídeo e instale cerca elétrica

Atualmente, para fugir de situações de insegurança dentro de casa muitas pessoas recorrem a equipamentos eletrônicos, que podem ser de grande ajuda no caso de tentativa de roubo. Assim como portões elétricos, o monitoramento por vídeo e cercas elétricas são outras ótimas opções para quem pode utilizar deste artifício, que inibe a ação dos bandidos. 

A partir do momento que os meliantes sabem que a residência tem algum desses meios de segurança, as chances dos roubos não darem certo são bem maiores.

Autor: Vanêssa Cunha | vanessa@odebateon.com.br

Foto: Tiago Lautert


    Compartilhe:


publicidade