Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Abordagens feitas quando se está dentro dos veículos

Em 08/12/2010 às 12h40


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

A recomendação é colocar os veículos em estacionam A recomendação é colocar os veículos em estacionam
A série de matérias sobre estratégias de segurança já chega ao terceiro dia falando sobre as formas de se prevenir de ações criminosas através de abordagens realizadas contra motoristas. Roubos e furtos de carros são delitos que ocorrem constantemente em Macaé. Por isso os condutores devem ficar atentos às dicas passadas pela subtenente Zoraia Braz, do 32º Batalhão da Polícia Militar. 

Essas estratégias podem evitar muitos assaltos e fazer com que os motoristas e passageiros dos veículos se tornem pessoas mais prevenidas, atentando para todas as possibilidades, já que os bandidos se aproveitam das menores oportunidades cedidas pelas próprias vítimas. 

Veículo em movimento 

Procure trafegar com os vidros fechados

Esta, sem dúvida, é a recomendação mais comum para evitar abordagens de ladrões. Até mesmo com o veículo em movimento, alguns tentam a sorte e muitas vezes conseguem assaltar as vítimas, principalmente quando estão de motocicleta, que hoje é um dos veículos mais utilizados para execução de crimes, sejam eles dos mais pequenos aos mais graves.
A atenção redobrada no trânsito não deve ficar apenas por conta do motorista, mas de quem está ao seu lado e no banco de trás também. Ficar atento é um dos requisitos mais importantes para evitar qualquer tipo de abordagem mal intensionada.

Ficar atento à aproximação de motos

As motocicletas são veículos muito utilizados para roubos, portanto o cuidado nesses casos deve ser ainda maior. Passar a ser uma pessoa precavida é fundamental para não ter que enfrentar situações de risco.

Ficar atento aos pedestres que andam por entre os carros

Pessoas que costumam atravessar a rua entre os carros também devem ser observadas. Muitos assaltantes agem a pé, porque têm a facilidade de cometer o crime e correr entre os veículos e desaparecer no meio dos outros pedestres.

Evitar expor bolsas, carteiras e outros objetos de volume no banco da direita ou demais bancos do carro

O bandido aproveita oportunidades, mas a partir do momento que ele aguarda a hora certa para fazer a abordagem e a vítima facilita esta ação, as consequências podem ser bem maiores. Não deixar bolsas e carteiras nos bancos dificulta o ataque.

Se você for abordado por pessoas armadas, mantenha a calma e entregue as chaves

Caso o assaltante faça a abordagem, não reaja e entregue o que ele pedir. Ao evitar movimentos bruscos e manter a traquilidade nestes momentos é imprescindível para que não ocorra nenhum tipo de disparo de arma de fogo por parte do bandido, que a qualquer sinal de tentativa de fuga ou agressão esboçado pela vítima poderá perder o controle da situação, causando um crime mais grave além do assalto.

Não deixe dinheiro, documentos, objetos de valor e armas no porta-luvas

Outra orientação é não deixar em nenhuma hipótese, documentações, dinheiro, jóias e armas dentro do porta-luvas. “Caso o carro seja furtado e a vítima deixar objetos de valor no interior do veículo, perderá tudo”, disse a subtenente Zoraia.

Veículo no sinal de trânsito e congestionamento

Agora as recomendações são para os motoristas que se encontram em situações mais cômodas para os assaltantes, como sinais de trânsito e engarrafamentos, quando os carros costumam ficar parados.

Essas abordagens são as que mais acontecem porque a facilidade é maior, já que o bandido não necessita de um esforço tão grande, diferente de quando se está em movimento. 

Manter sempre o veículo ligado

Quando o motorista fica completamente atento, a principal medida em caso de paradas constantes durante o tráfego é sempre manter o carro ligado, porque desta forma, em caso de qualquer tipo de alerta ou perigo, é só sair com o veículo para evitar a abordagem criminal. 

“Se precisar sair de emergência porque avistou alguma movimentação suspeita, o carro já estará ligado; mas se a abordagem acontecer de fato, não é recomendado sair com o automóvel. O certo é entregar o que o assaltante pedir”, explicou Zoraia.

Manter bolsas / embrulhos na mala do carro

Bolsas e embrulhos de grande porte devem ser deixados dentro da mala do carro para evitar justamente chamar a atenção de criminosos que procuram por objetos de valor que possam tirar proveito. Como a mala do carro não é um local exposto, a recomendação é manter esses objetos maiores dentro do compartimento. “O ladrão se faz de acordo com a ocasião. Manter as bolsas dentro da mala, não chama a atenção de quem está passando”, ressaltou

Procure observar tudo a sua volta

Em qualquer situação, até mesmo nas matérias anteriores, ressaltamos a importância da atenção em todos os locais. A observação pode fazer com que a possível vítima escape ilesa de uma tentativa de abordagem já que, percebendo antes a intenção do criminoso, pode tomar uma providência rapidamente para se proteger.

Manter as portas travadas

Nunca deixe as portas do veículo destravadas. Quando isso acontece fica muito mais fácil para o bandido abrir o carro, render os ocupantes e roubar o automóvel.

No estacionamento

Antes de estacionar, sempre faça um breve levantamento do local

Mais uma vez a observação deve se fazer presente. Antes de colocar seu carro em algum estacionamento, verifique o local, se é movimentado e quem está ao redor.

Procure observar a presença de pessoas ou veículos em atitudes suspeitas

A qualquer sinal de movimentos suspeitos de outros veículos e de pessoas no estacionamento, não pare e escolha um outro lugar, onde se sinta mais seguro.

Não estacionar longe dos demais carros

Quando conseguir um estacionamento grande, sempre escolha um local próximo a outros carros. Muitos motoristas evitam fazer isso quando se tem uma grande quantidade de vagas para estacionar. Mas a medida segura é esta: colocar o automóvel perto de outros, porque isso dificulta para o ladrão na hora do roubo. “Quando os motoristas param os carros longe dos demais, acabam ficando isolados do movimento de outras pessoas e consequentemente ficam vulneráveis, até mesmo para pedir socorro”, informou a subtenente.

Dar preferência aos estacionamentos públicos

A preferência deve ser dada aos estacionamentos públicos, porque a visão é mais ampla, o fluxo de pessoas é muito maior e, caso aconteça algum delito, as possibilidades de conter e impedir que o assaltante conclua a ação é bem maior. O policiamento também acaba sendo mais constante, o que inibe esses crimes. “Ao invés de estacionar em ruas pouco movimentadas, procure sempre estacionar em algum local onde há alguém tomando conta dos carros”, recomendou. 

Estacionar em local bem iluminado  / Não pare em lugares afastados 

Parar o veículo em lugares afastados de locais centrais, desertos e mal iluminados também pode despertar a atenção de meliantes, que preferem estas ocasiões para agir. Procure sempre colocar o carro em locais iluminados e com movimento constante.

Evitar permanecer no interior do veículo estacionado

Ficar denro do carro quando o mesmo se encontra estacionado é muito perigoso; é uma atitude que favorece a ação dos bandidos, que na maioria das vezes pegam as vítimas de surpresa.

Nunca entregue as chaves do carro a estranhos

Esta é uma recomendação clara e muito lógica. Nunca confie em alguém que acabou de conhecer para ficar com as chaves do carro e não peça a ninguém para segurar o objeto por você, a não ser que seja alguém de sua confiança, como amigos e familiares.


Autor: Vanêssa Cunha | vanessa@odebateon.com.br

Foto: Tiago Lautert


    Compartilhe:


publicidade