Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

A seguir, as principais notícias veiculadas na edição de número 211 do jornal O DEBATE, que circulou entre os dias 3 e 7 de Janeiro de 1981

Em 28/10/2010 às 11h14


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Tráfego do Aeroporto

continua em Macaé.

Contestando informações de funcionários da Associação de Estação Aeronáutica Reparação(ARSA) e do Depósito Alfandegado Certificado (DAC) de que o Aeroporto Bartolomeu Lysandro em Campos iria sediar todo o movimento de aeronaves, uma alta fonte ligada à Petrobrás havia dito que o tráfego do aeroporto de Macaé iria continuar sendo feito neste município. O aeroporto de Campos, que operava com pouco serviço de empresas que trabalhavam para a Petrobrás, havia continuado apenas com alguns helicópteros naquele terminal para eventualidades, adicionados sempre à noite em caso de acidente de plataforma.

Hoje em dia o Aeroporto de Macaé é o maior da América Latina em pousos e decolagens de aeronaves de asa móvel (helicópteros). São registrados diariamente 150 pousos e decolagens de aeronaves (de asa móvel e fixa) e 1,2 mil passageiros. O movimento no aeroporto é, principalmente, voltado para o atendimento de funcionários que trabalham nas plataformas de exploração de petróleo e gás na Bacia de Campos.

INAMPS vai apurar porque

mulher morreu sem atendimento.

Afirmando que não podia prestar declarações à imprensa e que “não simpatizava” com este jornal por ele ser de oposição, só se interessando quando a coisa vai mal, e quando a coisa vai bem não toma conhecimento, o Dr. José Paulo de Mendonça, chefe do INAMPS em Macaé, havia dito que ao ser abordado pela nossa reportagem sobro o caso da mulher Dejanira da Silva, que morreu por falta de atendimento naquele órgão, havia sido apurada por uma sindicância local preliminarmente, devendo ser formada pelo diretor PAM.

Os anos se passaram e as Caixas de Aposentadorias se transformaram nos Institutos de Aposentadorias e Pensões, depois reunidos na sigla INPS - Instituto Nacional de Previdência Social. Posteriormente o órgão passou a se chamar SIMPAS - Sistema Integrado do Ministério da Previdência Social, que mais tarde foi pulverizado no INSS, IAPAS e INAMPS. O INSS ficou responsável pelo pagamento dos benefícios, o IAPAS destinado à arrecadação e o INAMPS responsável pela saúde e pela assistência médica. Mais tarde o INPS e o IAPAS se fundiram no hoje conhecido como INSS - Instituto Nacional do Seguro Social e o INAMPS virou SUDs - Sistema Unificado e Descentralizado de Saúde, e mais tarde simplesmente SUS - Sistema Unificado de Saúde, tendo hoje passado para outro ministério que se chama Ministério da Saúde.


Petrobrás aplica 75 por cento de

seus investimentos em prospecção.

O presidente da Petrobrás havia ressaltado que os investimentos nas atividades de pesquisa e produção crescentes desde a criação da campanha deverão chegar a Cr$ 70 bilhões ou 75% do total das aplicações da Petrobrás. Este elevado nivel de recursos refletiu o principal objetivo do programa de investimentos da emprensa .Sobre a área de refinação, o presidente da Petrobrás havia informado que o principal objetivo da empresa é o de adaptar seu parque de refino “ de forma a pernitir uma gradual e sistemática do valor do Petróleo importado”.


Estrada da Bicuda

está abandonada.

Os moradores de Bicuda Pequena tinham reclamado das autoridades municipais pelo péssimo estado em que se encontravam a estrada que vai da ponte do Baião até aquela localidade, única via de acesso existente. Segundo informações, os próprios trabalhadores da prefeitura estavam abandonados sem carrinho de mão para transportar o material e fazer a manuntenção. Por sua vez, os caminhões da municipalidade por lá não haviam aparecido há meses, relegando tudo ao abandono, o que estava revoltando os que residem ali.

Hoje o acesso a Bicuda Pequena é feito por estrada de asfalto com um trecho de aproximadamente 3 km em estrada de terra batida(barro).Continua em péssimas condições, com muitos buracos e provavelmente sem manuntenção a um bom tempo.




    Compartilhe:


publicidade