Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Edição 200, de 12 a 19 de Novembro de 1980

Em 05/08/2010 às 09h42


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

A seguir, as principais notícias veiculadas na edição de número 200 do jornal O DEBATE, que circulou entre os dias 12 e 19 de novembro de 1980.


Apresentação das finalistas do Festival Estudantil acontece sábado

As finalistas do III Festival da Música Estudantil, do Colégio Cenecista Professor Antônio Caetano Dias, haviam realizado durante a semana o último ensaio antes da grande final, marcada para acontecer no sábado. As músicas finalistas receberiam medalhas de honra ao mérito, conferida pela Auto Viação Salineira e diplomas de participação.


Projeto aprova nova taxa de iluminação pública

Havia sido aprovado por decurso de prazo, por ter esgotados os 20 dias solicitados pelo prefeito, o projeto de reajuste da taxa de iluminação pública em 3%. A aprovação dava autorização ao prefeito Carlos Mussi, a assinar convênio para que a Companhia de Eletricidade do Estado do Rio de Janeiro (CERJ), começasse a cobrar a taxa mensalmente.


Coordenadoria de Saúde inaugura consultório

A Coordenadoria de Saúde das Baixadas Litorâneas havia inaugurado um consultório odontológico em uma das salas do Colégio Estadual Doutor Télio Barreto, no bairro da Aroeira. A medida seria um grande benefício para os alunos e para os moradores do bairro, que além de realizar diversos procedimentos odontológicos, faria campanha de prevenção a saúde bucal.


População prestigia inauguração do Posto de Saúde

Cerca de 300 moradores e autoridades, animados por uma bateria de escola de samba, haviam prestigiados a inauguração do Posto de Saúde do bairro Botafogo, que prestaria assistência médica, odontológica e social da localidade. Entre os presentes estava o coordenador de Saúde da Baixada Litorânea, Dr. Cesar Augusto Sabino de Azevedo.


Oficiais de Justiça podem ganhar risco de vida

Por causa do constante perigo que ameaçava os Oficiais de Justiça, estava em votação a gratificação de risco de vida para esses profissionais. Autor do pedido, o deputado federal Celso Peçanha, havia informado que tomou conhecimento do atentado sofrido pelos Oficiais de Macaé, que foram recebidos a tiros quando faziam uma citação judicial, pelo jornal O DEBATE.



Autor: Redação de Jornalismo - jornalismo@odebateon.com.br


    Compartilhe:


publicidade