Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Fundos Setoriais de Ciência e Tecnologia

Grandes Oportunidades de Negócios para a Região

Em 26/07/2010 às 10h24


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Uma das grandes oportunidades de gerar e ampliar os negócios em diversos segmentos é através dos Fundos Setoriais de Ciência e Tecnologia. Esses Fundos, criados em 1999, constituem a fonte de recursos de vários projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação no país. As verbas são oriundas das atividades empresariais e industriais e incidentes sobre os resultados da exploração de recursos naturais, impostos sobre produtos industrializados e da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE).
Os Fundos estabeleceram novos padrões de financiamentos, promovendo maior interação e participação da sociedade. Sendo um agente inovador de estímulo ao fortalecimento do Sistema de Ciência e Tecnologia, utiliza mecanismos que priorizam projetos cooperativos entre as universidades, centros de pesquisa, instituição de prestação de serviços tecnológicos e empresas.
A Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP (Empresa Pública da esfera Federal), vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, é a responsável por selecionar e contratar as instituições para desenvolver os projetos estratégicos para a competitividade industrial brasileira. No início deste mês de julho a FINEP lançou o Edital para apresentação de propostas de apoio financeiro a infraestrutura laboratorial para desenvolvimento de projetos relacionados à exploração na camada do pré-sal.
O Objetivo principal do Edital é disponibilizar recursos financeiros para estimular a criação e capacitação de instituições de ciência e tecnologia, visando atender as demandas de serviços que se farão necessários a novas fronteiras exploratórias de petróleo e gás natural. Tendo como objetivos específicos a ampliação do escopo dos serviços das instituições existentes, o edital privilegia os projetos em cooperação com a iniciativa privada. As propostas devem atender valores mínimos a serem recebidos de R$ 1.000.000,00 (um milhão), devendo ser entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos.
Verificamos a importância da criação de organismos de prestação de serviços tecnológicos como foi o Instituto Macaé de Metrologia e Tecnologia - IMMT. Cada vez mais os recursos para o desenvolvimento dessas atividades serão maiores. O IMMT se encontra hoje com 09 anos de existência e apresenta um corpo técnico bem qualificado. Nesse contexto, esse órgão municipal poderá desenvolver excelentes projetos em parceria com as universidades e as empresas locais, de forma a manter a competitividade do arranjo produtivo da região, gerando dividendos financeiros e sociais.

O autor é Físico e Criador do IMMT (Instituto Macaé de Metrologia e Tecnologia) - atualmente trabalha como Geofísico na Indústria do Petróleo.

Autor: Eduardo Neiva


    Compartilhe:


publicidade